quinta-feira, 12 de agosto de 2010

80. Email enviado ao secretário municipal dos negócios jurídicos - Sr. Sec. Claudio Lembo

larry

Moçada deste blog, como é de se observar estou ausente a um bom tempo, o email que ségue a baixo explica bem a minha ausência e meu emocional, realmente, concordo, a carta é grande, tentei demonstrar aspectos técnicos legais e meu desespero emocional, não dava para colocar em duas ou três paginas, gostaria que vocês me ajudasem a divulgar estes fatos aqui em baixo, dúvidas? perguntem no blog que responderei com o maior prazer.
Como disse nos primeiros textos, o objectivo principal deste blog é demonstrar a injustiça que fizeram comigo, hoje já se passaram 3 anos, sobre tudo que foi dito contra a minha pessoa e as minhas empresas hoje a justiça demonstra que eram calunias infundadas que tinham como objectivo denegrir minha pessoa, justiça mais uma vez foi feita. até mesmo as calunias contra o Oscar´s Hotel o Juiz federal da 7° vara federal de São Paulo mandou arquivar pois não existia nenhum indício que pude-se me incriminar
A 2° regra deste blog é : Roupa suja se lava na calçada. quero que vocês saibam e compartilhem ao lerem esse texto a baixo
___________________________________________

Bom dia, Doutor Claudio Lembo.
Segue email de um cidadão  em uma desesperada tentativa de regularizar o seu imóvel para poder trabalhar e sustentar a sua família dignamente assim como seus funcionários. Beirando as raias do ridículo e do desespero. Não sabendo mais para aonde apelar o que estão fazendo comigo é desumano.
Atenciosamente
Oscar Maroni Filho

_____________________
Ao Secretário Municipal dos Negócios Jurídicos – SNJ. Gabinete.
Doutor CLAUDIO LEMBO
Dr. Cláudio Lembo inicialmente agradeço o respeito e a cordialidade de vossa pessoa para comigo e meu filho em reunião em seu gabinete na data de 03/08/2010 num momento tão delicado da minha vida provocado pela burocracia para obtenção de um Auto de Licença de Funcionamento.
O meu estabelecimento foi lacrado por fatos injustos e caluniosos, provocados por um ex–regional da Vila Mariana Senhor Fabio Lepique, e que hoje a justiça demonstrou que o Bahamas Club é uma atividade licita, e isso não é a minha opinião, e sim de Desembargadores como o Doutor Salles de Abreu Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo 4º Câmara Criminal, com fundamento no artigo 386 inc. III Este inciso significa: o fato não caracteriza crime. Em decisão que já transitou em julgado, não foi julgado a minha pessoa e sim a forma de como é administrada a empresa Bahamas. Se o senhor consultar as revistas do TR tribunal do júri (TJSP, RT 817/547) ira constatar que a minha pessoa e o meu estabelecimento Bahamas se tornaram jurisprudência na forma de como atuamos, contrariando toda a hipocrisia caluniosa do ex-regional da Vila Mariana Sr. Fabio Lepique, sensacionalismo barato com fins políticos e eleitoreiros. O meu advogado na época foi o Doutor Marcio Thomaz Bastos, considerado um dos maiores criminalistas do Brasil, homem justo e integro, sendo ex-ministro da Justiça e que sem hipocrisias declarou enquanto Ministro ser a favor da regularização da profissão de prostituta.
Voltando ao assunto da administração para a regularização de 10 metros quadrados do imóvel, que já estava regularizado há 10 anos desde a sua construção pela lei de anistia, já se passaram 08 meses. Do pedido de Auto de Licença de Funcionamento já se passaram 04 anos, e se for considerado desde o inicio da obra já se fazem mais de 10 anos que tento obter o Auto de Licença de Funcionamento. Pode parecer confuso e redundante, mas essa é a situação que se encontra o meu empreendimento Bahamas na tentativa de regularização.
Como citei em nossa reunião, friso: “Estou lacrado há 36 meses por não ter o Auto de Licença de Funcionamento, que tento regularizar em uma luta inglória a mais de 10 anos”.  Um detalhe, como já citou a imprensa escrita a Folha, Estadão e a Revista Veja que 80% dos imóveis em São Paulo se encontram em condições irregulares, mas em pleno funcionamento e sem os Autos de Licença de Funcionamento e Alvarás que se fazem necessário por Lei. Já os meus dois empreendimentos: o HOTEL E BALNEARIO BAHAMAS e o HOTEL OSCAR`S, preenchem todas as exigências legais.
Meus quatro filhos me perguntam: - “Pai, se os 80% que estão irregulares estão abertos e nós que preenchemos as exigências nos nossos 2 empreendimentos estamos fechados,  qual o motivo desta perseguição? Quem que nos persegue? Quem é o nosso inimigo?”
Senhor Claudio Lembo é triste não ter o que responder aos filhos e dizer que injustiça é o que estão fazendo com a nossa família, e o pior, é criar os filhos sem o exemplo de que a justiça existe.
Senhor Claudio Lembo a justiça existe em nosso País, todas as vezes que a procurei encontrei a porta aberta e a justiça foi feita mesmo que tardia. A minha revolta é quanto a justiça da minha cidade São Paulo que a 3 anos bato nesta porta e não me abrem e muito pelo contrario usam da burocracia para empurrar os processos para um pântano burocrático e assim não assumirem responsabilidades.
Gostaria de ser respeitado pela Regional da Vila Mariana quanto aos aspectos legais e que esta venha a emitir o meu Auto de Conclusão para que eu possa receber o tão esperado Auto de Licença de Funcionamento.
Dr.Claudio Lembo, como disse em reunião com o Senhor e o seu assistente Senhor Carlos Eduardo, eu acabei caindo em um pântano burocrático, estou sendo analisado por um estereótipo criado pela mídia sensacionalista que a três anos influencia de uma forma negativa a analise técnica dos meus processos, e  me analisam nao pelos aspectos legais e técnicos necessários para regularização do imóvel e para emissão de um Auto de Licença de Funcionamento.
Observo certo receio de funcionários da Regional da Vila Mariana para a analise e emissão deste Auto estão mais preocupados com os reflexos da midia, não é um favor que me fazem e sim um direito que me assiste.
Desculpe-me por as minhas palavras diretas, mas é revoltante, até mesmo a minha dignidade como homem e cidadão esta sendo afetada. Na nossa cidade todos os estabelecimentos do meu ramo, que foram lacrados, hoje se encontram em pleno funcionamento – Café Photo tão falado na imprensa hoje em pleno funcionamento. Em Pinheiros, o Bamboa que mudou a entrada da boate e instalou uma porta ao lado dizendo ser um Hotel independente conseguiu o “Habite-se” o Auto de Licença de Funcionamento o Alvará e se regularizou  em Pinheiros, o Garden Club fez um puxadinho nos fundos, colocou uns quartos e se diz Hotel e esta regularizado em Pinheiros, o Milennium mudou de nome, pois havia sido processado como o Bahamas, e hoje mudou de nome e atua com o nome “Scandalo” usou da mesma estratégia colocou entrada independente nos quartos e regularizou no Ipiranga, assim como o America Club primeiro regularizou o bar, passou um período e depois colocou a porta nos quartos ao lado e mudou de nome e hoje esta atuando com o nome “Zeus” em Moema, a Ilha da Fantasia que também faz parte desse ramo de atividade também esta em pleno funcionamento, assim como Coniff no bairro de Pinheiros. Com certeza estes locais não existem para os freqüentadores dormirem ou no caso do Café Photo só tomar uma bebidinha, são pontos de encontro entre prostitutas e clientes, alguns transam no local, isso não é ilegal, desde que sejam maiores de idade, nossa lei nos dá esse direito. Não podemos ser hipócritas, vivemos em pleno século 21.
    Não sou eu que estou dizendo isto, o que eu digo aqui é publico e notório na cidade de São Paulo, basta correr a noite paulistana, dezenas de estabelecimentos estão ai em pleno funcionamento, basta abrir e ver nos classificados de jornais e revistas ou ir a esses locais. Criou-se uma moda em São Paulo que se o estabelecimento não tiver quartos ou tiver entradas independentes não é ilegal, isso é uma grande incoerência jurídica dito por quem tem um conhecimento superficial da lei. Não é o fato de ter ou não ter quartos, suítes ou as entrada serem independente ou não. O que caracteriza o ato criminal  e ter participação no ato sexual das mulheres, isso é o que diz o artigo 299 do Código Penal atual, e quanto à facilitação já diz a jurisprudência esta deve ser dirigida a alguém especificamente, se for generalizada não há o que se falar em facilitação.
Artigo 229 – Manter, por conta própria ou de terceiro, estabelecimento em que ocorra a exploração sexual, haja, ou não, intuito de lucro ou mediação direta do proprietário ou gerente.
Atualizado em 1999.
Não pode, como dizia Celso Bastos, um ou outro relapso ou que se diz entendido de leis ficar falando besteiras na imprensa ou sair ao acaso e com isto criar uma moda passageira.
Não estou aqui dizendo que estes estabelecimentos estão em condições irregulares, muito pelo contrario, eles tem o direito de funcionar. Vivemos em uma democracia e desde que os prédios preencham as exigências legais de uso e de construção não cabe a Prefeitura posturas que são subjetivas, morais, sensacionalistas ou politicagem.
No bairro em que se encontra o Bahamas sou uma verdadeira ilha de imóveis irregulares. Estabelecimentos funcionando sem o Auto de Licença de Funcionamento ou Alvaras, só no bairro da Vila Mariana conto mais de 16 estabelecimentos que são as pseudo “casas de massagem”estes sim são de duvidosa legalidade. Parece que nessa hora a regional da Vila Mariana fica um pouco cega ou vesga, curiosamente só enxerga o que quer ver.
A lei é clara, no decreto nº 49.969 de 28/08/2008 citam:
Art. 2 - Nenhum imóvel poderá ser ocupado ou utilizado para instalações ou funcionamento de usos não-residenciais – nR, sem prévia emissão, pela Prefeitura, da licença correspondente, sem a qual será considerado em situação irregular quanto ao uso.
Art. 8 – As licenças de que se trata este decreto somente produzirão efeitos após sua efetiva expedição.
Parágrafo 2º - O Auto de Licença de Funcionamento deverá ser afixado, permanentemente, em local visível ao publico, no acesso principal do imóvel.
Observo que no bairro de Moema, que é fiscalizado pela regional da Vila Mariana não vê esse documento em estabelecimentos comerciais, pergunto: Porque a regional se preocupa tanto com os meus dois estabelecimentos, ela não vê em volta? O que dizer aos meus filhos, o que dizer para minha dignidade como homem brasileiro e paulistano? Devo me calar? O que dizer a imprensa que anda me assediando? Como encarar a sociedade que me questiona? Pergunto ao Senhor que é responsável pelo Departamento Jurídico, é justo?
Poderão até dizer que o numero de funcionários não é suficiente para a fiscalização, mas curiosamente o meu processo esta com 2700 páginas e assim que eu resolvo um “comunique-se” surge outro e assim sucessivamente a mais de 10 anos.
A postura dos funcionários da Prefeitura deve ser sempre pautada por atos vinculados:
Atos Vinculados - São aqueles nos quais a lei estabelece os requisitos e condições de sua realização. As imposições legais absorvem quase por completo a liberdade do administrador, pois a ação, para ser valida, fica restrita aos pressupostos estabelecidos pela norma legal.
Eu quero ser tratado como meus concorrentes, preencho as exigências legais e a Prefeitura não me faz nenhum favor é direito meu como cidadão. Estou sendo constantemente assediado pela imprensa, pelos ex-freqüentadores do meu estabelecimento e pela sociedade de uma forma geral que me questionam por que só eu e meus funcionários somos impossibilitados de trabalhar. Além da imprensa meus clientes, amigos e parentes também me questionam o porquê desta minha situação tão delicada ou esdrúxula. Não sei mais o que dizer ou fazer, estou à beira da falência e nas raias do desespero, não estou querendo ser dramático, pois esta é a nossa realidade, minha, dos meus familiares que dependem de mim e de meus 170 funcionários, e por reflexo, minhas outras cinco empresas que são – Hotéis, Fazenda, Eventos e Editora que geravam 170 empregos diretos se encontram em situação delicadíssima e não por problemas administrativos e nem por incompetência empresarial, mas sim por injustiça ou perseguição política, é justo? O que faço com os meus 2 empreendimentos que são um total de 20.000 m² no bairro de Moema, é justo o que estão fazendo? A imprensa vive noticiando que 80% dos imóveis se encontram em condições irregulares, o porquê desta perseguição, como devo me sentir como homem, de me calar? Me ausentar? Deixar minhas empresas falir? Minha dignidade me cobra atitudes diante da sociedade em que vivo com os meus familiares.
Dr. Claudio Lembo o seu cargo lhe da o direito de tomar decisões para que a justiça seja feita, o seu departamento é o jurídico é o que faz com que a nossa Prefeitura venha a ser mais justa e a justiça como cita o iminente constitucionalista Dr. Celso Bastos “Justiça não são palavras mortas em livros empoeirados em bibliotecas e sim a aplicação desta, feitas por homens em cargos que possibilitem a aplicação pratica da justiça”, quem faz a justiça? Quem aplica a justiça?  São homens em cargos com o poder de exercê-la?
Já dizia um sábio da área jurídica - “Se você faz parte da justiça e vê a injustiça e nada faz, você é a injustiça”.
Dr. Claudio Lembo o Senhor hierarquicamente esta em uma condição superior dentro da estrutura administrativa da Prefeitura as suas atitudes e decisões tem um reflexo sobre a nossa cidade para que possamos viver com mais harmonia e justiça e darmos exemplos aos nossos filhos, A sua fama é de um homem honesto e justo e principalmente, por ser um legalista. O seu cargo lhe da o direito de influenciar e fazer a nossa cidade mais humana por intermédio da justiça.
Desculpe-me como já citei acima estou desesperado, já entrei em crises de depressão o Senhor não sabe o que é com 58 anos de idade acordar de manhã sentar na cama e não saber o que fazer ou para onde ir, ver tudo que eu construí durante toda uma vida se derretendo, desmoronando por homens covardes que usam os seus cargos na administração pública de formas injustas e que para manterem os seus empregos são obrigados a praticar a injustiça e arbitrariedade. Por alguns momentos como psicólogo observo que emocionalmente não estou bem, pois já se foram 03 anos. Não sei o que é a paz, não sei o que é um sono tranqüilo, as dividas se avolumam, não consigo arcar com as minhas responsabilidades assumidas no passado, estou passando necessidades, lembra-se da escola BASE meu caso é muito semelhante a diferença é que no caso da escola BASE a imprensa influenciou a opinião publica que de uma forma negativa influenciou a policia, mas que acabou sendo corrigido pela justiça, e, no meu caso, uma parte da  imprensa sensacionalista esta influenciando funcionários da Prefeitura que por receios de pressões hierárquicas criaram um pântano caótico e burocrático para se eximirem de suas responsabilidades empurrando os processos de departamento para departamento.
PASMÉM. Existem casos em que o meu processo esteve no mesmo departamento 6 vezes  nos últimos 04 anos e com 4 opiniões diferentes. Cada departamento da uma opinião diferente dentro do mesmo assunto. Outro tema acabou ficando com 3 opiniões diferentes dada pelo mesmo funcionário em meses diferentes.
Não vou considerar aqui também o gasto para o erário publico, pois 10 anos e 2.700 paginas de processos que passeiam pelos órgãos da Prefeitura são um custo para o contribuinte que poderia estar sendo usado para atividades socialmente mais aproveitáveis, para um empresário gerador de empregos, isso é inconcebível e incoerente e desonesto.
Já é a sexta vez que a Subprefeitura da Vila Mariana manda o processo para o SGUOS. Os funcionários deste departamento que como o Senhor sabe é um órgão técnico da Coordenação das Subprefeituras tendo como secretario o senhor Ronaldo Camargo.
O departamento jurídico cujo responsável é o Senhor Carlos José Galvão – Assessor Jurídico Chefe – SPSP/ ATAJ – OAB /SP 190.174, “PASMÉM” já citou que a responsabilidade pelas decisões é das Subprefeituras, no meu caso a da Vila Mariana. Já é a quinta vez que no meu processo é dito que a responsabilidade das decisões é da regional da Vila Mariana, mas essa insiste em por o processo para passear nos departamento da Prefeitura recentemente Senhor Carlos José Galvão – Assessor Jurídico Chefe – SPSP/ ATAJ – OAB /SP 190.174 da Coordenação das Subprefeituras ultimamente tem citado o decreto nas cotas para que não ocorra dúvida nas decisões da sub da Vila Mariana
Estabelece o artigo 1º do Decreto nº 42.670/02:
Art1º - As questões em geral que constituem, usualmente, objeto de consulta das Subprefeituras à Secretaria Municipal das Subprefeituras – SMSP, em especial aquelas relativas à legislação de parcelamento, uso e ocupação do solo, deverão, doravante, ser solucionadas no âmbito local, pelas próprias Subprefeituras, não devendo mais os respectivos processos administrativos ser encaminhados à essa Secretária, para tal finalidade.
Parágrafo único – Os processos que dependam de manifestação ou despacho de outros órgãos municipais deverão ser a eles enviados diretamente, sem a intermediação da Secretária Municipal das Subprefeituras.
O Senhor Jorge Abi Ghosn CPDU – SUSL- LIC – SPVM em 29/01/2010, diz “Propomos que o presente pedido estando documentalmente em ordem prossiga pelo deferimento” e encaminha ao Engenheiro Mauricio Marcos Monteiro que 02/02/2007 escreve: Senhor Coordenador solicitamos o encaminhamento ao gabinete com as considerações do Senhor Engenheiro do Setor com as quais concordamos pelo deferimento pelos termos da lei 11.228/92, seção 3 decreto 32.329/92 e decreto 38.058/99. Encaminho para o Senhor Engenheiro Adilson Alves de Moraes CPDU – Coordenador SPVM em 04/02/2010 – remessa para fins de deferimento conforme proposta supra.
E ai o Senhor Mauricio de Oliveira Pinterich, Subprefeito da Vila Mariana, na época 19/02/2010, encaminha a Coordenação das Subprefeituras pedindo a ratificação, esta faz alguns comentários e sugere a reabertura dos processos que já foram deferidos, e que se encontravam arquivados e diz: Que essas resoluções devem ser tomadas pela regional da Vila Mariana mandando voltar o processo.
Passaram-se mais dois meses, me dirijo a Ouvidoria Geral – PMSP, munido dos documentos citados acima, a Ouvidoria abre um novo processo e pede explicações ao SMSP /SGUOS, se passam mais 90 dias, o Engenheiro José Francisco Jannarelli SMSP/SGUOS diz que a competência para exames e decisão cabe a Subprefeitura da Vila Mariana e o Senhor Arquiteto Alfonso Orlandi Neto Supervisor Geral SMSP/SGUOS, escreve a Ouvidoria Geral: “ Com o esclarecimento prestados por técnicos desta SGUOS, que acolhemos, encaminhamos o presente ao exame e considerações de V.Sª,. sendo que ressaltamos a competência da SP-VM para exame e decisão do pedido de expedição do Certificado de Conclusão.”
Bem, quando achamos que os problemas estavam solucionados, pois atendemos todos os “comunique se” que não foram poucos e surgem inesperadamente como cogumelos num bosque ou ondas na praia, pois não tem lógica e nem continuidades. Surge mais um pedido pelo Senhor Manoel Antonio da Silva e Araujo Subprefeito da Vila Mariana ao seu Departamento Sr Claudio Lembo em 24/06/2010, percebe já se passaram  06 meses, o senhor Subprefeito da Vila Mariana solicita agora um encaminhamento do processo ao Comando da Aeronáutica -  IV COMAR considerando a existência de áreas de implantação restrita.
O encaminhamento destas 2.700 páginas a Força Área Brasileira gerou certa perplexidade aos oficiais, friso, estávamos numa fase do processo que só se fazia necessário a regularização de 10m² o equivalente a menos de 02 vagas de garagem.
Para esclarecer, o imóvel que o Senhor Manoel diz por em risco as aeronaves tem menos de 17 metros de altura. É incoerente, e o estabelecimento esta fora da zona de ruído, basta olhar as plantas das zonas de ruído que se encontram na SEHAB no departamento específico.
Pergunto Doutor Lembo, são 17 metros de altura sendo 2,5 metros de pararraios em volta de vários prédios com uma média de 40 metros de altura. Passam-se mais 02 meses e ai o seu departamento encaminha 2.700 páginas de processos para o IV COMAR, e este após se passar 40 dias responde, que, a solicitação para questionamento de aproveitamento de área deve ser feito pelo proprietário do imóvel e cita o artigo 16:
Artigo 16 – Qualquer aproveitamento que ultrapasse os gabaritos das Áreas Horizontal Interna, Cônica e Horizontal Externa, não enquadrados no Artigo anterior, deverá ser submetido à autorização do Comando Aéreo Regional – COMAR.
Numa analise simples sem grandes conhecimentos jurídicos, analisando esta portaria que o senhor Manoel anexou ao processo (Portaria Nº1.141/GM5, de 8 de Dezembro de 1987), observa-se que no artigo 16 citado anteriormente caímos no artigo 15:
Artigo 15 – São permitidas, independentemente de autorização ou consulta ao Comando Aéreo Regional – COMAR, as implantações que se elevem acima da superfície do terreno em, no máximo 8m (oito metros) na Área Horizontal Interna, 19m (dezenove metros) na Área Cônica e 30 m(trinta metros) na Área Horizontal Externa, qualquer que seja o desnível em relação a Elevação do Aeródromo.
Portanto se eu estivesse na Área Cônica (19 metros) já seria autorizado a implantação, só por uma reflexão se estivesse na Área Horizontal Externa (30 metros) também seria autorizado a implantação, pois o Bahamas tem 17 metros de altura incluindo o pararraio  e é um prédio de 02 pavimentos, mas para tirar qualquer duvida, na mesma portaria se fosse melhor analisada pela Departamento Jurídico da Regional da Vila Mariana estes poderiam ler o artigo 79:
Artigo 79 – Não cabe consulta ou pedido de autorização ao Comando Aéreo Regional respectivo para aproveitamento de áreas, desde que este obedeça aos gabaritos e às demais exigências estabelecidas na regulamentação e nas instruções concernentes a Zona de Proteção, bastando que o interessado declare, sob sua inteira responsabilidade, as entidades competentes para o licenciamento de obras, instalações ou qualquer outro tipo de implantação, que o aproveitamento respeita as restrições impostas pela legislação vigente, executando-se o disposto nos Parágrafos 2º e 3º do artigo 69 e Parágrafo Único do Artigo 70.
Então vamos deixar claro quanto à altura com 17 metros obviamente não coloco em risco nenhuma aeronave, pois para que o avião se aproximando do aeroporto este deveria baixar 30 metros para bater no Bahamas e depois subir novamente mais 30 metros para conseguir aterrissar e pelo caminho estaria batendo em todos os prédios em volta. Desculpe-me é até ridículo, mas pelo bom humor cito esse fato.
O artigo 79 cita o parágrafo 2º e 3º do artigo 69 e Parágrafo único do artigo 70, estes se referem a zona de ruído aonde como já disse uma simples analise nos mapas da SEHAB um telefonema do Departamento Jurídico da regional da Vila Mariana solicitando o mapa da cidade  da zona de ruído na cercanias do Aeroporto de Congonhas via fax já demonstraria que o meu empreendimento o Bahamas esta fora da zona de ruído, é simples EU já fiz esse trabalho fui a SEHAB na área de cadastros dei a localização do Bahamas e na hora me deram a cópia do mapa aonde constato que o Bahamas se encontra fora da zona de ruído, não demorei 10 minutos.
Mas com essa ineficiência já se passaram mais 40 dias (com o capítulo de solicitação a Aeronáutica),e não percamos o foco, este contribuinte que aqui escreve esta tentando regularizar um imóvel que já estava regularizado e a tentativa de regularização é de apenas 10 m², uma caldeira 6 m² e 3,40 m² de uma lixeira, (atenção esses são obras complementares ou acessórios não são computáveis) arredondando 10 m². PASMÉM para regularizar esta área já gastamos 350 paginas envolvemos mais de 20 funcionários e já se passaram 11 meses e o pedido de regularização desta área de 10 m² que se iniciou em 31/08/2009. Não esqueçamos 80% dos imóveis não residências de São Paulo estão irregulares, e eu estou fechado por causa de 10m² e que são obras complementares ou acessórios, friso.
Senhor Claudio Lembo essas citações que fiz acima são partes do processo que eu pincelei e coloquei nesse relatório como uma pequena amostra do que esta ocorrendo nas 2.700 páginas do processo do Bahamas, este relatório ficou cansativo, concordo são quase 15 páginas, agora imagine a minha situação são 2.700 páginas processo de regularização que envolve a empresa Bahamas já se passaram 10 anos, numericamente ficamos assim: o Senhor tem que ler 15 páginas, me montaram num pântano burocrático de 2.700 páginas aonde nem os funcionários da Prefeitura não sabem mais o que fazer, perderam o fio da meada, já se passaram 10 anos vezes 365 dias (ano) é igual 3.650 dias, já estive na regional da Vila Mariana mais de 200 vezes, nos órgão da Prefeitura mais de 300, minha vida nos últimos 5 cinco anos virou um verdadeiro caos. Estou lacrado a 3 anos injustamente, sente o porque da minha revolta?
Essas explanações que aqui faço não estão envolvendo o meu outro Hotel ao lado, um empreendimento de 18.000 m² que é um Hotel 5 estrelas, lacrado a 3 anos na época da queda do avião da TAM e que foi dito ser este o empreendimento que colocava em risco as aeronaves e que reduzia o tamanho da pista. A Imprensa falou, gerou escândalo, atos sensacionalista, disseram que iriam demolir o meu Hotel em cinco dias e que eu havia corrompido os funcionários da Aeronáutica e da Prefeitura.
Saiba que em 16 de Julho de 2010, o Juiz da 7º Vara Criminal de São Paulo, decide:
- “é o necessário. Fundamento e decido.
...O Objeto da investigação é a possível pratica dos crimes tipificados nos artigos 288, 299, 304, 312 e 333 do Código Penal, por parte do investigado Oscar Maroni Filho, conforme restou consignado a fls. 206/208.
Como bem anotou o “Parquet” Federal às fls. 428/433, INEXISTEM indícios suficientes da pratica dos crimes previstos nos artigos 288, 312, e 333 do CP, pelo que o feito deve ser ARQUIVADO.
“Quanto ao suposto crime do art. 299 c.c. o art. 304 do CP, já se esgotou o prazo prescricional”
“Diante do exposto, DECLARO EXTINTA A PUNIBILIDADE de Oscar Maroni Filho.” Arquiva-se o processo.
Artigo 288 – Bando ou quadrilha;                                  Absolvido e arquivado.
Artigo 299 – Falsidade de documentos;                        Prescrito e arquivado.
Artigo 304 – Uso de documentos falsos;           Prescrito e arquivado.
Artigo 312 – Peculato funcionário público;       Absolvido e arquivado.
Artigo 333 – Quando oferece dinheiro para fazer; Absolvido e arquivado
Doutor Lembo o senhor que é um profundo conhecedor da justiça, pode observa que resumidamente o Bahamas foi julgado e considerado uma atividade licita e o Oscar´s Hotel também foi julgado e absolvido, com isto a justiça foi feita, minha honra lavada e a minha imagem perante a sociedade precisa ser limpa.
Sou um brasileiro paulistano que esta tentando regularizar 10 metros quadrados de construção, repito que já estava regularizado há 10 anos pela anistia. Esta regularização é para tirar um Auto de Conclusão ou “Habite-se” que se faz necessário para a emissão do Auto de Licença de Funcionamento para um empreendimento que existe a 10 anos em nossa cidade e que há 10 anos tenta se regularizar e que preenche todas as exigências que se faz necessário. A própria PGM – Procuradoria Geral do Município já fez uma analise e emitiu pareceres favorável as decisões dos engenheiros da Subprefeitura da Vila Mariana quanto ao Auto de Conclusão ou “ Habite-se” .
Aguardo ansiosamente a sua influencia ,de uma forma legal, para a solução da minha situação, pois o passar do tempo é o meu maior inimigo, faz com que as dividas se avolumem e a sensação da injustiça me corrói a alma e a minha paz. Acabei me tornando uma pessoa até que patética dentro dos órgãos da Prefeitura no qual caminho há três anos, praticamente diariamente, solicitando em muitas vezes até implorando audiências, vistas de processos, cópias e chegando a algumas vezes a raia do ridículo, pois não tenho outra opção, é a minha vida, o meu trabalho é a minha dignidade, e muitos outros dependem de mim. Não me envergonho, pois se alguém deve se envergonhar são os que injustamente colocaram eu, meus familiares e meus funcionários nesta situação tão ridícula, delicada e caótica.
Aproveito para frisar a necessidade da celeridade para resolução da minha situação junto a nossa Prefeitura na qual me encontro interditado por mais de 03 anos.
Senhor Lembo finalizando, passei a noite escrevendo esse texto não dormi , tentei aqui expressar parte do desespero de um cidadão que ficou muito feliz quando soube por intermédio dos seus advogados das decisões da Justiça de absolvê-lo tanto quanto no Bahamas quanto no Oscar´s Hotel. Mas depois vem a revolta da injustiça que fizeram com a minha pessoa espero ter tocado a sua consciência.
O dia já amanhece por obra do destino o apartamento em que estou morando atualmente fica de frente para o Oscar´s Hotel e para o Bahamas Club, esses empreendimentos ocupam 70% do quarteirão, são quase R$100.000.000,00 (Cem milhões) parados por culpa da Prefeitura, só de IPTU são R$ 300.000,00 (Trezentos mil) ano, eu não posso por rodinhas nesses prédios e levá-los para outra cidade, o que fazer com esses empreendimentos? O que a Prefeitura pretende que eu abandone esses empreendimentos como se fossem brincadeiras, isso esta cravado no seio da nossa cidade, é uma bandeira demonstrando a injustiça e a discriminação contra esse cidadão que vos escreve, não tenho outra opção são dois empreendimentos do qual me orgulho e que dediquei a minha vida para construí-los. Venho de família simples e comecei com a minha ex-esposa vendendo lanche em um trailer na faculdade da Universidade Paulista. Não é ficção, é verdade. E olhando pela janela vejo tudo isso que construí se deteriorando, abandonado, entro em grandes crises de depressão não sei mais o que fazer, chego a pensar até em suicídio. Não é sensacionalismo e nem apelo, se ponha na minha pele. Sou sozinho contra toda uma estrutura da Prefeitura.
Juro a mim a mesmo e a essa cidade que tanto amo, que daqui do alto olhando meus empreendimentos e a minha cidade amanhecendo dedicarei a minha vida a corrigir os erros que cometeram contra minha pessoa. Ganhei na justiça, e agora Senhor Lembo a quem devo recorrer? Se recorrer a Justiça, esta é morosa poderá se passar mais 2 ou 3 anos estarei totalmente falido e mais os custos advocatícios. E se depois cair no contencioso da Prefeitura tenho contra mim e as minhas empresa o maior escritório jurídico do mundo, o Departamento Jurídico da Prefeitura. Já me vi nessa situação e já vi o quanto  é terrível, quantos ao prazo e as declarações subjetivas. Vou para a imprensa? Aos meios de Comunicação? Contrato uma empresa de Marketing para criar situações constrangedoras e vexatórias? Usar da fachada do Hotel colocando faixas apelativas? Fazer discursos embaixo do Banespinha? Greve de Fome? Quem vai ganhar com isso? O sensacionalismo, o desgaste moral meu, da Prefeitura ou do Prefeito, o porquê dessa guerra, dessa perseguição, por favor, me diga quem é o meu inimigo, quem é que quer tanto prejudicar a mim e aos meus familiares e funcionários, o que fiz de errado, a justiça já decidiu, as minhas atividades são licitas. Só não posso ficar parado vendo o tempo me destruindo e tudo o que eu criei durante a vida se desmoronando, preciso fazer com que a Prefeitura cumpra a sua parte. Como?
Se não tiver solução imediata devo apelar para o TWITER, colocar esse texto no meu BLOG que hoje esta com mais de 150.000 (cento e cinqüenta mil) acessos. Faça uma experiência acesse meu blog http://www.blogdomaroni.com.br/.
Tenho consciência que eu gero mídia, lembrasse a 3 anos atrás foram 10 horas de televisão e quarenta dias em todos os jornais. E hoje ganhei na justiça todas as calunias que falaram da minha pessoa isso é um prato cheio. A Vejinha me liga toda semana me questionando porque mesmo tendo ganho na Justiça o Bahamas e o Hotel continuam fechados e os concorrentes abertos.
A TV e a rádio Bandeirantes e outras emissoras tentam negociar comigo e com meu assessor de imprensa, um documentário sobre as dificuldades que um cidadão tem hoje em São Paulo para regularizar o seu imóvel diante de uma burocracia caótica. Uma TV a cabo internacional também já me procurou. Pra que isso tudo pergunto, porque esse desgaste, aonde a Prefeitura quer chegar, como já disse acima não posso ignorar esses 20.000 metros quadrados de construção.
Por favor, entendam que a irresponsabilidade dos funcionários da Prefeitura está me levando ao desespero. O regional da Vila Mariana o Senhor Manoel diz que foi bombeiro durante 20 anos disse ao meu advogado e a mim em reunião, e que não entende nada de legislação sobre uso e ocupação de solo. Se nega muitas vezes a me receber preciso passar horas e dias insistindo, sou humilhado para conseguir 10 minutos de audiência, eles nunca tem tempo, estão sempre apressados e o que mais se houve é que acabaram de sair, que estão com a agenda lotada, ou em reuniões externas e as minhas dividias se avolumando e os meus funcionários e eu desesperados e esse é o quadro.
Gostaria que fosse colocado um ponto final nisso, não vou a Subprefeitura ou aos Órgãos Públicos por que gosto de vocês, criou-se essa situação. Minha vida esta um verdadeiro caos. Meu pai aos 90 anos me pergunta desesperadamente o que esta ocorrendo, e eu não sei explicar. Estou sendo ridículo, concordo, mas não sei o que fazer.
Estou constantemente sendo assediado pela imprensa, mas prefiro ficar no anonimato o momento político é delicado, me ajude, por favor.
Abraço de quem o admira aguardo retorno com urgência.
Oscar Maroni, um brasileiro que não foge a luta.
RG 4.688-247

396 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 396   Recentes›   Mais recentes»
Matheus Trunk disse...

Maroni: você é o cara. Votei em você nas últimas eleições e voto quantas vezes for necessário. A noite de São Paulo, nossa cidade amada, está grata a você. Esperamos sua volta e de seu espaço. Até agora não entendi a real razão do fechamento. Sou jornalista e seu admirador.

Matheus Trunk
www.violaosardinhaepao.blogspot.com

Anônimo disse...

E já que falou em 'licença':
Larry Flint e Oscar Maroni, vocês poderiam dar licença para o povo poder ver as gostosas atrás de vocês???

Deijivan disse...

Revolta e impotencia: resumo dos sentimentos que se mesclam diante do infortúnio que você vivencia e, de forma tão transparente, nos passa.

Enquanto isso, o pivô deste enredo quase surreal, o advogado e ex-administrador da regional Vila Mariana, Fabio Lepique, continua sua trajetória política em nossa São Paulo.

No vai-e-vêm da nossa política, Fabio Lepique fez história de mal administrador depois que deixou o cargo em 2008 para participar da campanha do então candidato Geraldo Alckmin à Prefeitura de SP, quando o Kassab vencera as eleições daquele ano e, antes de entrar em seu segundo mandato, cortou a cabeça de 7 sub-prefeitos que estavam intimamente ligados à Fabio Lepique, alegando que deveria trocar estes administradores porque faziam parte de uma lista de más gestões no município. Na época, Fabio Lepique já era um queridinho do PSDB e, juntamente com os sub-prefeitos cortados pelo Kassab, formava o grupo conhecido por "menudos", composto por jovens e ambiciosos cabos eleitorais que eram capazes de fazer quaisquer coisas para subirem mais facilmente os degraus da vida pública!

Hoje, Fabio Lepique é o principal assessor e puxa-saco nesta atual campanha do Alckmim ao Governo do Estado, haja vista que transformou o seu blog pessoal
( http://blogdolepique.blogspot.com/ ) em agênda eleitoral do candidato. E olha que há boatos que dizem que, caso o Geraldo ganhe as eleições, Lepique poderá voltar à secretaria da Casa Civil, onde já atuou na gestão passada, só que desta vez com mais poderes, pois serviu bem durante muitos anos aos "interesses" do PSDB. Tão bem, aliás, que durante o seu mandato na sub-prefeitura da Vila Mariana, ganhava mais que o Prefeito Kassab, teto salarial da administração municipal. Esta autentica farra com o dinheiro público se dava porque o senhor Lepique acumulava cargos públicos no Estado e na Prefeitura, contrariando descaradamente a legislação, já que é impossível estar atuando em dois locais distintos ao mesmo tempo! Ele foi, durante aquele período, um exemplar funcionário fantasma e ainda admitiu na imprensa que se tratava de um "subterfúgio relativamente comum para aumentar os rendimentos" (palavras dele próprio).

Portanto, meu caro Maroni, os seus "inimigos estão no Poder", como diria Cazuza!

Diante disso, espero sinceramente que seu apelo ao Claudio Lembo seja vitorioso no que tanje a efetivação da justiça nesta dolorosa e absurda odisséia que preenche sua vida desde 2007. Apesar de Tucano, Claudio Lembo sempre foi bem visto por todos os lados da política, graças ao seu bom senso judicioso, devidamente observado até mesmo pelo jornalista petista Luis Nassif, que disse o seguinte em seu blog:
"Apesar de sempre ter se posicionado como de direita Cláudio Lembo merece o meu respeito. Nao me lembro de vê-lo participar de qualquer baixaria nesses longos anos de sua vida política, pelo menos explicitamente".

Vamos torcer Maroni para que esta novela chegue ao fim!

Abraços,
Deijivan Hanavan

http://blogdodeijivan.blogspot.com

Deijivan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Epifânio Boqueirão disse...

Verdade, eu também não me Lembo do Cláudio participar de qualquer baixaria nos seus longos anus de sua vida pública. Na vida pública, não; mas vamos ver o que ele fez e faz na privada...

Anônimo disse...

Caso o Bahamas volte a funcionar (assim espero), há a possibilidade de conseguir, a título de indenização, algum subsídio para essa casa? Assim, quem sabe, poder-se-ia sair com umas meninas do Bahamas, por um precinho mais acessível. Você, Maroni, sem embolsar a verba da prefeitura, repassá-la-ia para as garotas-de-programa que atenderiam os clientes menos favorecidos. Seria, no fim das contas, uma espécie de ajuda de custo para os putanheiros de baixa renda. A putaria, mais socializada, ao acesso de todos.
Armando Pinto

Trotskynho da Silva disse...

A putaria ao acesso da plebe. Digo, ao acesso do proletariado, meus camaradas.
'Todo poder aos putanheiros!'

Anônimo disse...

Sou PT. 'PT' de Putaria Total'.

Erly Junior disse...

O Oscar Maroni de hoje deve muito a genial idéia de criação do Bahamas. Talvez por esse motivo OM não aceita o fato de abrir mão da reativação do Bahamas. Um empresário de seu gabarito e competência poderia muito bem partir para outro ramo ou ate mesmo outra casa com outro nome. A bandeira do Bahamas está saindo caro, desgastante e já virou ponto de honra da sub-prefeitura de Mariana. Você sabe como é admirado no Brasil inteiro e como serve de exemplo de dignidade, de trabalhador e de homem pai de familia. O verdadeiro guerreiro tem que saber a hora de recuar, para assim, reconhecer seus inimigos. Nunca desista de seus sonhos, todavia não se mate ou se destrua por eles. Um forte abraço a todos. erlyjr.

Anônimo disse...

Quem vê essa topeira aí de cima falar pensa que o OM é dono de uma instituição de benemerência.

Anônimo disse...

E foram tantas as queixas, tantas as lamúrias, tantos os gemidos, tantas as dores e tantas as palavras em tropelia que entorpeceram a triunfante, mas pretensa sagacidade do pactário do pé fendido. Pois que se rojar aos pés de um ex-reitor de universidade presbiteriana e ao mesmo tempo pôr a nu a negociata carnal dos concorrentes, antes mais parece o ingênuo aldeão que confunde lupanar com hospedaria. O Lembo não te resgatará do limbo.

Adamastor Pastorinho - PhD

Anônimo disse...

O político/administrador a quem OMX recorre, embora haja com lisura, está meio ‘claudicante’ em suas atitudes; não logra êxito no resgate desse empresário injustiçado, que ainda permanece no limbo.
Não sei por que surgem as aliterações, com o seguinte final:
Lembro, Lembo, limbo, lambe, mulambo...

Anônimo disse...

nada a ver esse Piolho Humano Doido aí de cima.

Anônimo disse...

OMX ñ ta nem ai nem como os coments dos puchas sacos
Onde ta escondido Maroni
Alquem me responde por favor

Anônimo disse...

O Maroni deve postar mais para que o Adapastor Pastorzinho, quero dizer, o Adamastor Pastorinho, que é PhoDa, deixar seu comentário.

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

claro o maroni teve seu hotel sua boate Bahamas
aonde era uma das maiores casas noturnas de SP
MAIS O PROBLEMA DO MARONI FOI SE POR MUITO NA MIDIA ISSO CAUSOU UMA REVOLTA GRANDE POR PARTE DOS POLITICOS DOS DELEGADOS ENTÃO PEGARAM UM POUCO DAQUILO E DAQUELE OUTRO E FIZERAM UMA ARMA CONTRA O OSCAR pegaram que a casa era frequentada por garotas de programa(o colocaram como o cafetão
de puta pobre)AI DEPOIS DE UM TEMPO VEIO O ESCANDALO COM AQUELA VICIADA DA APRESENTADORINHA
DA JUSTV AI ELA MOSTROU CERTAS COISAS QUE uma namorada nenhuma faria com seu parceiro aquilo de mostrar escuta telefonica QUE TIPO DE NAMORADA AQUILO FOI enfim...
AI O MARONI FOI ALVO DE MUITOS POLITICOS QUE QUERIAM MOSTRAR trabalho perante a justiça então vamos atras de quem???? oscar maroni
AGORA TALVEZ SE ELE NÃO ESTIVESSE TANTO NA MIDIA
PROVOCANDO FALANDO MERDA UMA VEZ
TALVEZ SE ELE TIVESSE PENSADO MERDA A VIDA TODA
O BAHAMAS E O OSCAR S HOTEL ...HOJE
PODERIA ESTAR ABERTO......

e como eu senpre falo...não adianta andar certo
não adianta ser um bom brasileiro
se voce paga suas contas em dia voce se acha um
super heroi
voce que e comerciante vende e toma o maior calote que faz voce fechar as portas antes mesmo
do primeiro ano de vida da sua loja

Anônimo disse...

Mamãe acha que o quê você está sofrendo é herança da época da Ditadura Militar.

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Newton Cruz da Silva disse...

KKKKKKKKKK Pronto! A Anna doida tinha que dar das dela... Éhhhh, Anna, foi a cúpula militar que ordenou o fechamento dos estabelecimentos oscarmarianos!!!
Faça-me o favor, Anna! Pára com isso. A 'Dita Militar' hoje está mole, é moleza, não tem nada de dura, não! Arruma outro passatempo, fora reviver (com saudosismo) a Era Militar. Os milicos da época, dos ‘anos de chumbo’, já estão todos aposentados, ou melhor, já estão reformados. O Brasil está ‘reformado’; tem outros problemas, é verdade, mas está reformado. Motive-se com outra coisa, em vez de sempre fantasiar tramóias políticas, orquestradas em bastidores militares (ou a mando deles), contra o Oscar Maroni. Os motivos do fechamento das casas são ouuuuutros...
Se bem que os delírios da Anna, a Estranha, até que nos diverte.
(Fábio Valium, cadê seu blog??? Comente. Maroni, onde estão seus comentários sobre as participações dos internautas? Deijivan, Hefesto, Erly, Cíntia, aquele internauta que articula várias vozes e tantos outros, contamos com maior número de participações de vocês. Se depender só das postagens, fica tudo muito chato.)

Anônimo disse...

Não, não, não vc está enganado... Práticas de perseguir uma pessoa é herança da Ditadura, sim.
Tais práticas estão entranhadas na nossa sociedade, é só você assistir você acompanhar o noticiário, nada mudou em nosso país.
Sabe,Maroni, esse povo que te persegue pode ser tudo... Menos uma coisa: serem donos do Senado Federal._pois é no Senado é que mora a Democracia.


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Queremos maior número de participação (ou mais participações) dos internautas citados. Só a Anna Estranha e eu, não tem graça. Fábio Valim Advogado de capeta 666 AK 47 Bruno Assassino Seu Madruga sei lá o quê... fala alguma coisa.

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

eu de volta...no brasil hoje em dia e muito dificil as pessoas conseguirem acertar com seus negocios financeiros por isso as pessoas precisam
ter sua opinião sobre o que ela quer pra si mesmo
MUITOS FALAM QUE GAROTAS DE PROGRAMA NÃO TEM CABEÇA QUE SÃO TUDO PIRANHAS eu fabio valim falo a voces do blog e tudo conversa..JA CONHECI GAROTAS DE PROGRAMA QUE ESTÃO NESSA VIDA PRA PAGAR A FACULDADE DE DIREITO EU MESMO JA VI ISSO...então muitos aqui trabalham muitos tem uma conta no banco aonde guardam seu dinheirinho quando consegui guardar R$ 300,00 reais QUANDO VOCE CONSEGUI ECONOMIZAR UM DINHEIRINHO PRA PODER TER UMA RESERVA COMO VOCES FALAM ai acontece do seu carro quebrar
LA SE VAI A RESERVA NO BANCO ...por isso muitos aqui guardando ganhando muito ou pouco nunca vamos ter um futuro como o do maroni como o do goleiro bruno que chegou aonde muitos sonham em chegar E ESTRAGOU SUA VIDA PRA SENPRE ELE PODE ATE SAIR DA CADEIA ELE DEVE TER UMA BOA CONTA BANCARIA PRA SE MANTER ATE OS 70 80 ANOS pq ele nunca mais vai trabalhar nem como vendedor de cachorro quente HOJE MESMO ENTREI NO UOL E ESTAVA LENDO SOBRE A ATRIZ MEL LISBOA a ninfetinha da anita ....e vi que ela esta numa peça de teatro ...teatro
fala serio quem vai ao teatro ver aquilo
É muito chato esse lance de teatro e foda e as atrizes quando não conseguem trabalho em novelas da globo ai apela a esse ato que É praticamente um pedido de SOCORRO ESTOU PASSANDO FOME.....
a Mel Lisboa com a fama dela daquela epoca da anita quando ela com aquela bundinha
se ela fosse uma atriz porno ela iria ganhar muito mais do que ela ganhou sendo capa da playboy
e não iria precisar ficar fazendo essas peças chatas que ela ta fazendo
lenbram do clodovil quando ele foi fazer teatro
o que o panico fez com ele????

Anônimo disse...

Anna, embora você não seja propriamente uma galinha, melhor faria se se rocolhesse com elas. Rodeio não merece tanta exposição negativa quanto a que você promove com a sua letra torta e pensamento idem. Sua mamãe poderia pôr você na cama na hora da Ave Maria e aproveitar e tirar também um soninho até a manhã seguinte.

Macário - Rugendas - PR

Anônimo disse...

Esse cara aí de cima precisa tomar Fenobarbital (comp. de 100 mg, pelo menos) antes de escrever. Tá foda entender o que esse tal de Fábio Valim escreve.

Anônimo disse...

...Mas que é engraçado, isso é.

Anônimo disse...

Meu caro OMX,

Oxalá (que não é nome de divindade afro) a inserção da letra "X" na grafia de seu nome trouxesse-lhe os bons augúrios desfrutados pelo dono da OGX, nada menos que o sr. Eike Batista (SEO do grupo EBX) http://www.ogx.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home.
Quisera também que o "X" em sua assinatura marcasse sua futura trajetória com a mesma capacidade de invenção do reverenciado e bilionário empreendedor. Entre no site da empresa e conheça alguns dos princípios que, mais uma vez, pudéramos nós ver o senhor empunhar como uma das suas bandeiras. O senhor, que se diz patriota - embora não explique como esse seu amor pelo país redundou apenas na criação de uma casa de diversão adulta (ora lacrada)- poderia ir além do marco identitário com o Eike Batista, inscrito em seu nome, e tomar para si outras letras do alfabeto do empresário: responsabilidade social, sustentabilidade, empreendedorismo, pesquisa etc.

Valentim Trojano

Anônimo disse...

Maiakovski (1893-1930) Poeta russo 'suicidado' após a revolução de Lenin... escreveu, ainda no início do século XX:

Na primeira noite, eles se aproximam
e colhem uma flor de nosso jardim.
E não dizemos nada.

Na segunda noite, já não se escondem,
pisam as flores, matam nosso cão.
E não dizemos nada.

Até que um dia, o mais frágil deles, entra
sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua,
e, conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.

E porque não dissemos nada,
já não podemos dizer nada.


Moral da história: Deixamos o Pimenta Neves e outros soltos por sermos incapazes de fazer as leis mudarem. Deixamos o Nardoni preso mesmo sabendo que a lei vigente garante liberdade a todos até que sejam julgados todos os recursos cabíveis. No caso do Pimenta, a lei é cumprida mesmo sendo absurda. No caso do Nardoni, está preso ilegalmente, afinal, todo mundo é presumidamente inocente. Ninguém pode ser trancafiado na prisão sem ser julgado, por mais que pareça culpado. Enfim, é nessa "casa da Maria Joana" onde estamos tentando viver. Infelizmente só nos damos conta quando "arde" no nosso. Só clamamos por justiça quando é com a gente. Aí se faz tarde. Acordem. Um Estado Paralelo está no governo do país. O PCC cobrando comerciantes, ruas sendo fechadas por entidades mais poderosas que o Estado, a justiça morosa e corrupta, leis que beneficiam o criminoso, funções do Estado usurpadas... Vão votar? Acordem!!

E depois de Maiakovski...

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro
Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário
Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável
Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei
Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.

Bertold Brecht (1898-1956

Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
Como não sou judeu, não me incomodei.

No dia seguinte, vieram e levaram
meu outro vizinho que era comunista.
Como não sou comunista, não me incomodei.

No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho católico.
Como não sou católico, não me incomodei.

No quarto dia, vieram e me levaram;
já não havia mais ninguém para reclamar...

Martin Niemöller, 1933 - símbolo da resistência aos nazistas.

Primeiro eles roubaram nos sinais, mas não fui eu a vítima,
Depois incendiaram os ônibus, mas eu não estava neles;
Depois fecharam ruas, onde não moro;
Fecharam então o portão da favela, que não habito;
Em seguida arrastaram até a morte uma criança, que não era meu filho...

Cláudio Humberto, em 09 FEV 2007

Cintia

Anônimo disse...

Ôhhhh Xará, diz aí pra galera que você tem a calcinha da mulher do E. C., da Luma de Oliveira, como um troféu. Foi paga uma tremenda grana, né, Oscar?! Mostre a calcinha dela aí, ou melhor, aqui, pra nós; isso se você ainda possuir essa cobiçada peça do vestuário íntimo da modelo; pode ser que já tenha sido outra vez leiloada -agora por você- para saudar parte de suas dívidas.

Anônimo disse...

Cíntia,

O poema que você cita é do Eduardo Alves da Costa:


No Caminho, com Maiakóvski



Assim como a criança
humildemente afaga
a imagem do herói,
assim me aproximo de ti, Maiakóvski.
Não importa o que me possa acontecer
por andar ombro a ombro
com um poeta soviético.
Lendo teus versos,
aprendi a ter coragem.

Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.

Nos dias que correm
a ninguém é dado
repousar a cabeça
alheia ao terror.
Os humildes baixam a cerviz;
e nós, que não temos pacto algum
com os senhores do mundo,
por temor nos calamos.
No silêncio de me quarto
a ousadia me afogueia as faces
e eu fantasio um levante;
mas manhã,
diante do juiz,
talvez meus lábios
calem a verdade
como um foco de germes
capaz de me destruir.

Olho ao redor
e o que vejo
e acabo por repetir
são mentiras.
Mal sabe a criança dizer mãe
e a propaganda lhe destrói a consciência.
A mim, quase me arrastam
pela gola do paletó
à porta do templo
e me pedem que aguarde
até que a Democracia
se digne aparecer no balcão.
Mas eu sei,
porque não estou amedrontado
a ponto de cegar, que ela tem uma espada
a lhe espetar as costelas
e o riso que nos mostra
é uma tênue cortina
lançada sobre os arsenais.

Vamos ao campo
e não os vemos ao nosso lado,
no plantio.
Mas ao tempo da colheita
lá estão
e acabam por nos roubar
até o último grão de trigo.
Dizem-nos que de nós emana o poder
mas sempre o temos contra nós.
Dizem-nos que é preciso
defender nossos lares
mas se nos rebelamos contra a opressão
é sobre nós que marcham os soldados.

E por temor eu me calo,
por temor aceito a condição
de falso democrata
e rotulo meus gestos
com a palavra liberdade,
procurando, num sorriso,
esconder minha dor
diante de meus superiores.
Mas dentro de mim,
com a potência de um milhão de vozes,
o coração grita - MENTIRA!

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anônimo disse...

Sr. Macário,

Roa os seus cotovelos de raiva:já posso me considerar uma peemedebista.

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Qual a ligação da Anna, PMDB e Sr. Macário??? Alguém poderia me explicar?
A ligação da Anna com as galinhas, eu sei: é o Q.I.

Anônimo disse...

Para aquecer o debate abram esse link e façam vocês mesmo as relações, todos nós nos parecemos um pouco com a galinha dessa história:

http://www.vooz.com.br/blogs/reflexao-a-historia-da-galinha-ruiva-10435.html

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Anna e galinha: ambas são bípedes, mas só a primeira voa.

Anônimo disse...

Eu li. Só que acho que a Anna é loira.

Anônimo disse...

Maroni, como fazendeiro e grande empresário, é poderia dar um parecer atinado sobre essa fantástica história recomendada pela Anna.

Anônimo disse...

Maroni, como fazendeiro e grande empresário, é quem poderia dar um parecer atinado sobre essa fantástica história recomendada pela Anna.

Anônimo disse...

Sou uma galinha de cabelos castanhos, corpinho arredondado, boca aveludada e que ainda não está colocando ovos de ouro conforme a fábula...Ah, mas se eu encontrasse um senador pela frente...Hum...Ele até poderia vir atrás... Eu não me importaria nem um pouquinho... O quê importa é que seja um senador e ninguém mais.

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

não é que e dificil entender o que escrevi
é que voce é idiota mesmo

Anônimo disse...

Quem é idiota? Valim, Você está postando para quem? Você está bem de cabeça?

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

sera que agora entendeu?????
idiota

Anônimo disse...

Acho que vou procurar a Marta Suplicy antes que ela seja senadora...


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Valim,

Estou preocupada com você.


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Valim,

Preciso te falar uma coisa antes que seja tarde:
- Eu te amo!


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Valim,

Preciso te falar uma outra coisa antes que seja tarde:
- Eu vou cuidar de você!


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Assim, eu e você,Valim, nós dois acordaremos juntos com as galinhas e seremos felizes para sempre.


www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Anônimo disse...

Quem quiser me ver vá até a Festa Per Tutti em Ascurra amanhã. Estou no stand da Secretaria de Educação representando a minha escola. Será um prazer receber todos os meus fãs.

Escrevi isso no meu Twitter:

"Você pode ser tudo...Menos a "Dona do Senado Federal", siga:www.adonadosenadofederal.blogspot.com"

Anônimo disse...

Começo achar que mais vale uma galinha morta do que uma oferta viva. Ir tão longe ver Anna, a Estranha só se for no frigorífico da Sadia.

Anônimo disse...

QUE CHIQUE! EXISTE ALGUÉM QUE ME AMA TANTO QUE NÃO QUER ME DIVIDIR COM MAIS NINGUÉM...
MELHOR ASSIM, DO QUE SER CHAMADA DE GALINHA DE DESPACHO.

Você pode ser tudo...Menos a "Dona do Senado Federal", siga:www.adonadosenadofederal.blogspot.com

ANNA FLÁVIA SCHMITT, RODEIO,S.C.

Anônimo disse...

Valim, não é que você seja um imbecil, apenas isso. É que você é chato mesmo!
Antigamente, quando um livro era muito ruim, os leitores lamentavam as árvores derrubadas para fabricar o papel consumido pela obra. Hoje, temos que nos ressentir dos bytes descarregados pelo seu computador quando você entra aqui e vomita mais um comentário.
Você deveria ser fabricante de sacos de vômito, pois ficaria rico.

OMS

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

o problema é que voce não consegui postar nada para os blogueiros daqui lerem EU PELO MENOS FALO AS MINHAS OPINIÕES AGORA VOCE NÃO CONSEGUI POSTAR
NADA DENTRO DESTE BLOG NEM NADA VEZES NADA
PRA QUE FICAR AQUI NO BLOG ENTÃO VAI CUIDAR DA SUA VIDA
OU VOCE E ALGUEM....OU NÃO E NINGUEM E FICA FORA
voce mesmo leu meu texto ISSO EU ESCREVENDO PALHAÇADAS
IMAGINA SE EU FALASSE MAIS SERIO NO BLOG VOCES IRIAM ATÉ GOZAR

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

ANNA
QUANDO EU QUERIA SAIR COM VOCE .VOCE NÃO TINHA TEMPO PARA MIM

AGORA E TARDE DEMAIS PRA ME-TER
FICA PARA PROXIMA
BEIJO

Fábio Valim

Anônimo disse...

A Anna está arrastado asas (como sempre) pelos senadores. Anna, toma tua linha!
Valim Se liga meu, toma Gardenal, depois pensa em escrever.

Anônimo disse...

AGORA E TARDE DEMAIS PRA ME-TER
KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
A Anna jamais cogitou essa hipótese. A bacurinha dela deve ter até criado teia de aranha (teia de aranha é um termo pefeito)

Anônimo disse...

Gançon!bota otra pinga!

Anônimo disse...

Anna, o poema que citei é mesmo de um poeta russo chamado Vladimir Maiakovsky(1893-1930). Depois dele, muitos citaram ou adaptaram seu poema, assim como fez Eduardo Alvez da Costa, Bertold Brecht, Martin Niemoller , Cláudio Humberto e tantos outros.

Cintia

Anônimo disse...

Maroni, andei pensando no seu problema e acho que tenho a solução.
Primeiro registre uma entidade e denomine "associação de amigos do bairro". Coloque um zé mané para varrer as ruas e descubra os nomes dos proprietários do território que deseja ocupar.Vá a qualquer banco e peça para que envie boletos de cobrança. Os bancos fazem isso sem precisar de documentação alguma, acredite. Muitos serão seus aliados nessa empreitada, diga que pretende fazer do bairro um grande e chique condomínio de luxo. Logo os espertinhos se animarão, afinal os imóveis vão se "valorizar" muito!
Não se preocupe com os mentecaptos da prefeitura. Vá aos poucos. Primeiro, sempre em nome da "entidade", peça o bloqueio de algumas ruas. Os corruptos da prefeitura sempre dão um nome original para isso, que poderá ser "bolsão" de segurança, condomínio atípico, condomínio especial, condomínio paraguaio, não importa. O objetivo é tomar posse do bairro, lembre-se disso. Se precisar dar alguns "presentinhos" para uns e outros, não se acanhe. Argumente dizendo que a prefeitura poderá continuar cobrando o IPTU, sem problemas, mesmo a entidade assumindo as funções de limpeza e manutenção. Os prefeitos ADORAM isso!!
Com a arrecadação compulsória comece a construir o muro. Faça alarde, diga que o bairro está sendo invadido por meliantes terríveis, contrate, se precisar, alguns meliantes terríveis para assaltar a casa de uns e outros. Foque naqueles que ousarem não concordar com "a maioria". Coloque guaritas e cancelas, os fiscais da prefeitura, nesses casos, são efêmeras criaturas mitológicas. Não esqueça do ESTATUTO SOCIAL. Faça você mesmo as leis vigentes no território, nesse tópico a liberdade é total. Dê asas a sua imaginação e nunca se intimide diante daquelas outras leis (federal ou estadual), ninguém liga pra isso.
Como forma de "associar compulsoriamente" a minoria revoltada, você poderá valer-se do cartão magnético ou dos sêlos colantes. Apenas aqueles que se "cadastrarem" poderão adentrar. Pronto, use o cadastro para associá-los eternamente. Essa toleima de livre associação é uma bobagem constitucional.
Uma vez tomado e cercado o território, é deitar e rolar. Invista a grana arrecadada para reformar as praças, construir quadras poliesportivas contrate o PCC para garantir a segurança. Dê um nome pomposo para o gueto: Condomínio Portal Do Paraíso ou Residencial de Mônaco.
Tornar público as grandiosas, e sempre necessárias, melhorias para o gueto é importate, afinal, a propaganda é a alma do negócio.Faca um "jornalzinho" e distribua na portaria.
O Ministério Público é um capítulo a parte. Ausente durante décadas, amedrontado e incapaz, fechou os olhos. Tenta agora algumas atitudes aqui e ali, só pra "constar". Não se preocupe com eles, alguns heróis que lá estão se perdem no mar de corrupção e protecionismo. Carta fora do baralho.
Nunca apareça. Esconda-se por trás da "associação" e assim poderá fazer um "personal Bahamas" só para os moradores e seus convidados.
Ajudei???

Cintia

Anônimo disse...

CINTIA VC É MESMO SENSACIONAL.....
PRECISAMOS AJUDAR O NOSSO MARONI A ACABAR COM ESSA
SAFADEZA .O NOSSO FUNDADOR SÓ TEM ESSE VEÍCULO DE
DESABAFO.

Anônimo disse...

Cintia, seu creyson está te procurando lá na rendenção che!

Oscar Maroni Filho disse...

Maroni Pede:
Sra. Anna Flavia, Sr. Valim e outros que estão com essa linha de atuação neste blog, mas em especial Anna Flavia e Valim.
Gostaria e lhes peço para que vocês não usem deste blog para ficarem debatendo opiniões pessoais de um para com o outro. Para isso parece que vocês já possuem blogs pessoais. Se não tiverem usem de algum outro veiculo existem muitos outros pela internet. Mas por favor parem com estas posturas pessoais ou trocas de informações sem lógicas ou infundadas. Desculpem-me, mas isso da um certo desgaste no meu blog. Estou aberto a criticas e sugestões.
Por favor.
Agradeço,
Oscar Maroni.

Oscar Maroni Filho disse...

Maroni esclarece:
Este blog, leitores, tem uma media de 130 mil acessos e tem como objetivo fazer justiça. Se vocês souberem de atos injustos praticados por órgãos públicos, corrupções, arbitrariedades, uso da maquina publica em beneficio próprio. Gostaria que vocês usassem deste blog e ate mesmo por motivo sigiloso, coloco aqui o e-mail do meu filho: arua@ow.com.br
Garantiremos o sigilo e o objetivo será um só, fazer justiça e evitar situações delicadas como as minhas, pois considero que corrupção não é somente levar o dinheiro publico. Veja no meu caso o quanto o estado esta perdendo de impostos, municipal, estadual e federal, mais empregos. O porque disto...por uma briguinha, por terem errado e agora não assumir o reconhecimento dos erros. Senhores leitores, este também é um dos serviços que quero usar em breve neste blog, o titulo será: Oscar Maroni o comprador de corruptos. Pretendo pagar a quem denunciar passando por um crivo dos meus advogados e se tiver consistência, encaminhar ao ministério publico. Na cidade de São Paulo os empreendimentos que estão irregulares não residenciais de uso comercial, beiram 80%. Pergunto: Porque se mantém, como se mantém se estão em condições irregulares...
Abraços,
Oscar Maroni.
Obs: estou me propondo a me tornar um Dom Quixote na nossa cidade.

Anônimo disse...

A verdade é só uma: com a mudança de governador, haverá reflexos na composição das secretarias da prefeitura de São Paulo. Claudio Lembo será fisgado para alguma secretaria de Estado do governo Alckmin. Daí, qualquer coisa que eventualmente ele possa fazer em benefício do OMX, volta à estaca zero.
O negócio é vender o prédio do Bahamas para algum tipo de negócio que não precise ser muito alto, como, por exemplo, loja de departamentos. O ponto deve valer uns R$ 6 mihões. Não muito mais que isso, porque não se pode levantar um arranha-céu ali.

Valentina Caran

Anônimo disse...

Fábio e Anna devem se engalfinhar em algum chiqueiro, de onde não deveriam ter saído.

Anônimo disse...

Querido anfitrião, Oscar Maroni...
Corruptos não se pega com vara de pesca, no Brasil usa-se rede. Eles usam a técnica dos cardumes. Juntos parecem monstros enormes, intimidam e, mais importante que tudo, se protegem.
Eles não se escondem, estão diante dos nossos olhos. Essa é uma outra técnica muito simples, se quer esconder algo, deixe-a a mostra. Geralmente quem está procurando não conseguirá ver.
O senhor mesmo está propondo levar denuncias pra onde????? Pra onde mesmo? Tem certeza ?
Quando for lá, não esqueça da rede, ok?
Tem cardume de olho nesse blog....rs
Abraço
Cintia

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

com todo respeito maroni MAIS MUITAS VEZES EU POSTEI COMENTARIOS AQUI QUE DEU MUITO MAIS O QUE FALAR DO QUE OS QUE O SR ESCREVE..MUITOS O SENHOR NUNCA CHEGOU A COMENTAR ...AGORA AS BRINCADEIRAS QUE AQUI DIGITAMOS A MAIORIA E DESSA PESSOA CHAMADA ANNA
AGORA SE TEM UMA PESSOA QUE DESGASTA O BLOG E SO O SR MARONI
por que so digita aqui uma vez por mes isso que desgasta o blog e seus admiradores...
maroni cai na real FOI BOM ENQUANTO DUROU????
LARGA MÃO DE APELAR PRA PODER ABRIR SEU PUTE..OPS HOTEL

Anônimo disse...

I

Acho difícil o Maroni atrair simpatizantes para sua causa porque não se trata apenas de se fazer ou não justiça. Mas de se reconhecer ou não a utilidade do seu negócio. Convenhamos que se trata de um serviço para homens de uma determinada classe social no interior da qual se encontram alguns dos maiores párias da sociedade brasileira. Do outro lado, há prostitutas que ganham até R$ 20 mil por mês, ou seja, cerca de 20 vezes mais do que pessoas da classe C, em média. As "profissionais do sexo" não pagam um centavo de imposto de renda e, aos olhos das mulheres dos frequentadores do hotel, não devem passar de um bando de "vigaristas", de umas "sem vergonhas" que merecem apanhar na cara.
Mesmo que se diga que a chamada puta, hoje em dia, é menos hostilizada, o que se pode afirmar com razão é que a profissão delas nunca terá o reconhecimento e o respeito das outras profissões, sobretudo daquelas cujo resultado é nitidamente percebido pela comunidade. Há como comparar o trabalho da prostituta com o de uma médica? Ou de uma professora? O próprio Maroni sabe disso, desse valor institucional das profissões, pois nunca deixa de se identificar como "psicólogo". Pois é, se mesmo o Maroni não se identifica como "hoteleiro", provavelmente porque a ocupação lhe parece menos nobre do que a outra, o que se dirá, então, sobre a condição das profissionais do seu clube?

Amílcar Mascarenhas
(segue)

Anônimo disse...

II

Há uma "luta de classe" em vigência na sociedade que parece nunca ser superada, embora muitos teóricos da "nova economia" teimem em diagnosticar o fim das ideologias. Tem-se ódio, no Brasil, da classe sócio-econômica que frequenta o Bahamas. Associa-se essa classe à corrupção, tráfico de influência, mandonismo, oportunismo, exibicionismo e arrogância, embora saibamos que não se possa generalizar. Mas a imagem é essa. O paulistano médio odeia USV's gigantescas que atravancam o trânsito infernal da cidade; odeia a ostentação do seus proprietários, do "sabe com quem está falando?" cuspido da boca de muitos deles e, sobretudo, deplora o fato de que na hora do vamos ver, no caso de serem processados pela justiça, acabam impunes. Esses homens passam tardes e noites no Bahamas gastando, muitas vezes, em cada visita, o salário de vários trabalhadores. Não é incomum que uma boa rodada nesse ambiente acabe custando R$ 5 mil ao cliente (consumo e mulheres), uma parte significativa do faturamento diário da casa, algo em torno de R$ 35 mil.
Ressalte-se que o Bahamas não tem participação no negócio das "meninas".
Maroni é um homem rico e está sendo exemplarmente punido, aos olhos de muitos, mas é uma exceção. Creio que ele caiu em desgraça com o mar devido à sua "falta de limite" em um tipo de atividade cujo código de conduta é a da mais rigorosa discrição. Maroni citou vários estabelecimentos em seu texto, todos pertencentes ao segmento de sua empresa. Pergunto: alguém sabe o nome de algum desses empresários? Não adianta Maroni esbravejar que todos que o punem são hipócritas. Como bom observador dos hábitos e costumes brasileiros, como bom "malandro" e intérprete das quebradas, Maroni deveria saber que o silêncio vale ouro, pelo menos o tanto necessário para garantir-lhe o funcionamento do seu negócio bem ali, nas cercanias do aeroporto e bem na beira da Bandeirantes.
Não posso crer que leitores deste blog sairão, diante do contexto acima, em defesa do empresário para reivindicar a abertura de um estabelecimento com as características do Bahamas e assim "assegurar" o lazer (...) de um punhado de burgueses e do trabalho de suas amiguinhas coadjuvantes. Parece-me ingenuidade, como alguém aí em cima escreveu, supor que essa é uma bandeira que sirva a muita gente. Até parece que uma ONG ou coisa parecida foi desapropriada de um terreno da prefeitura ou uma associação de bairro está sendo despejada...
O que escreverei à frente não é conselho, mas uma impressão de quem já é suficientemente velho para afirmar que já viu muita água passar por baixo da ponte. O temível Rockfeller, o magnata do início do século XX, um capitalista dos mais empedernidos, teve a imagem melhorada graças a um profundo trabalho de relações públicas. A opinião pública acabou por aceitar que o antigo e temido vampiro transformara-se, um pouco por encanto, em um respeitável filantropo. Verdade ou não, Rockefeller doou muito dinheiro para instituições de caridade, artísticas, culturais e participou ativamente na recuperação de espaços públicos etc. etc. etc.. Quando a versão resulta mais famosa dc que a realidade, publique-se a versão...

Amílcar Mascarenhas

Anônimo disse...

II

Há uma "luta de classe" em vigência na sociedade que parece nunca ser superada, embora muitos teóricos da "nova economia" teimem em diagnosticar o fim das ideologias. Tem-se ódio, no Brasil, da classe sócio-econômica que frequenta o Bahamas. Associa-se essa classe à corrupção, tráfico de influência, mandonismo, oportunismo, exibicionismo e arrogância, embora saibamos que não se possa generalizar. Mas a imagem é essa. O paulistano médio odeia USV's gigantescas que atravancam o trânsito infernal da cidade; odeia a ostentação do seus proprietários, do "sabe com quem está falando?" cuspido da boca de muitos deles e, sobretudo, deplora o fato de que na hora do vamos ver, no caso de serem processados pela justiça, acabam impunes. Esses homens passam tardes e noites no Bahamas gastando, muitas vezes, em cada visita, o salário de vários trabalhadores. Não é incomum que uma boa rodada nesse ambiente acabe custando R$ 5 mil ao cliente (consumo e mulheres), uma parte significativa do faturamento diário da casa, algo em torno de R$ 35 mil.
Ressalte-se que o Bahamas não tem participação no negócio das "meninas".
Maroni é um homem rico e está sendo exemplarmente punido, aos olhos de muitos, mas é uma exceção. Creio que ele caiu em desgraça com o mar devido à sua "falta de limite" em um tipo de atividade cujo código de conduta é a da mais rigorosa discrição. Maroni citou vários estabelecimentos em seu texto, todos pertencentes ao segmento de sua empresa. Pergunto: alguém sabe o nome de algum desses empresários? Não adianta Maroni esbravejar que todos que o punem são hipócritas. Como bom observador dos hábitos e costumes brasileiros, como bom "malandro" e intérprete das quebradas, Maroni deveria saber que o silêncio vale ouro, pelo menos o tanto necessário para garantir-lhe o funcionamento do seu negócio bem ali, nas cercanias do aeroporto e bem na beira da Bandeirantes.
Não posso crer que leitores deste blog sairão, diante do contexto acima, em defesa do empresário para reivindicar a abertura de um estabelecimento com as características do Bahamas e assim "assegurar" o lazer (...) de um punhado de burgueses e do trabalho de suas amiguinhas coadjuvantes. Parece-me ingenuidade, como alguém aí em cima escreveu, supor que essa é uma bandeira que sirva a muita gente. Até parece que uma ONG ou coisa parecida foi desapropriada de um terreno da prefeitura ou uma associação de bairro está sendo despejada...
O que escreverei à frente não é conselho, mas uma impressão de quem já é suficientemente velho para afirmar que já viu muita água passar por baixo da ponte. O temível Rockfeller, o magnata do início do século XX, um capitalista dos mais empedernidos, teve a imagem melhorada graças a um profundo trabalho de relações públicas. A opinião pública acabou por aceitar que o antigo e temido vampiro transformara-se, um pouco por encanto, em um respeitável filantropo. Verdade ou não, Rockefeller doou muito dinheiro para instituições de caridade, artísticas, culturais e participou ativamente na recuperação de espaços públicos etc. etc. etc.. Quando a versão resulta mais famosa dc que a realidade, publique-se a versão...

Amílcar Mascarenhas

Anônimo disse...

II

Há uma "luta de classe" em vigência na sociedade que parece nunca ser superada, embora muitos teóricos da "nova economia" teimem em diagnosticar o fim das ideologias. Tem-se ódio, no Brasil, da classe sócio-econômica que frequenta o Bahamas. Associa-se essa classe à corrupção, tráfico de influência, mandonismo, oportunismo, exibicionismo e arrogância, embora saibamos que não se possa generalizar. Mas a imagem é essa. O paulistano médio odeia USV's gigantescas que atravancam o trânsito infernal da cidade; odeia a ostentação do seus proprietários, do "sabe com quem está falando?" cuspido da boca de muitos deles e, sobretudo, deplora o fato de que na hora do vamos ver, no caso de serem processados pela justiça, acabam impunes. Esses homens passam tardes e noites no Bahamas gastando, muitas vezes, em cada visita, o salário de vários trabalhadores. Não é incomum que uma boa rodada nesse ambiente acabe custando R$ 5 mil ao cliente (consumo e mulheres), uma parte significativa do faturamento diário da casa, algo em torno de R$ 35 mil.
Ressalte-se que o Bahamas não tem participação no negócio das "meninas".
Maroni é um homem rico e está sendo exemplarmente punido, aos olhos de muitos, mas é uma exceção. Creio que ele caiu em desgraça com o mar devido à sua "falta de limite" em um tipo de atividade cujo código de conduta é a da mais rigorosa discrição. Maroni citou vários estabelecimentos em seu texto, todos pertencentes ao segmento de sua empresa. Pergunto: alguém sabe o nome de algum desses empresários? Não adianta Maroni esbravejar que todos que o punem são hipócritas. Como bom observador dos hábitos e costumes brasileiros, como bom "malandro" e intérprete das quebradas, Maroni deveria saber que o silêncio vale ouro, pelo menos o tanto necessário para garantir-lhe o funcionamento do seu negócio bem ali, nas cercanias do aeroporto e bem na beira da Bandeirantes.
Não posso crer que leitores deste blog sairão, diante do contexto acima, em defesa do empresário para reivindicar a abertura de um estabelecimento com as características do Bahamas e assim "assegurar" o lazer (...) de um punhado de burgueses e do trabalho de suas amiguinhas coadjuvantes. Parece-me ingenuidade, como alguém aí em cima escreveu, supor que essa é uma bandeira que sirva a muita gente. Até parece que uma ONG ou coisa parecida foi desapropriada de um terreno da prefeitura ou uma associação de bairro está sendo despejada...
O que escreverei à frente não é conselho, mas uma impressão de quem já é suficientemente velho para afirmar que já viu muita água passar por baixo da ponte. O temível Rockfeller, o magnata do início do século XX, um capitalista dos mais empedernidos, teve a imagem melhorada graças a um profundo trabalho de relações públicas. A opinião pública acabou por aceitar que o antigo e temido vampiro transformara-se, um pouco por encanto, em um respeitável filantropo. Verdade ou não, Rockefeller doou muito dinheiro para instituições de caridade, artísticas, culturais e participou ativamente na recuperação de espaços públicos etc. etc. etc.. Quando a versão resulta mais famosa dc que a realidade, publique-se a versão...

Amílcar Mascarenhas

Anônimo disse...

II
Há uma "luta de classe" em vigência na sociedade que parece nunca ser superada, embora muitos teóricos da "nova economia" teimem em diagnosticar o fim das ideologias. Tem-se ódio, no Brasil, da classe sócio-econômica que frequenta o Bahamas. Associa-se essa classe à corrupção, tráfico de influência, mandonismo, oportunismo, exibicionismo e arrogância, embora saibamos que não se possa generalizar. Mas a imagem é essa. O paulistano médio odeia USV's gigantescas que atravancam o trânsito infernal da cidade; odeia a ostentação do seus proprietários, do "sabe com quem está falando?" cuspido da boca de muitos deles e, sobretudo, deplora o fato de que na hora do vamos ver, no caso de serem processados pela justiça, acabam impunes. Esses homens passam tardes e noites no Bahamas gastando, muitas vezes, em cada visita, o salário de vários trabalhadores. Não é incomum que uma boa rodada nesse ambiente acabe custando R$ 5 mil ao cliente (consumo e mulheres), uma parte significativa do faturamento diário da casa, algo em torno de R$ 35 mil.
Ressalte-se que o Bahamas não tem participação no negócio das "meninas".
Maroni é um homem rico e está sendo exemplarmente punido, aos olhos de muitos, mas é uma exceção. Creio que ele caiu em desgraça com o mar devido à sua "falta de limite" em um tipo de atividade cujo código de conduta é a da mais rigorosa discrição. Maroni citou vários estabelecimentos em seu texto, todos pertencentes ao segmento de sua empresa. Pergunto: alguém sabe o nome de algum desses empresários? Não adianta Maroni esbravejar que todos que o punem são hipócritas. Como bom observador dos hábitos e costumes brasileiros, como bom "malandro" e intérprete das quebradas, Maroni deveria saber que o silêncio vale ouro, pelo menos o tanto necessário para garantir-lhe o funcionamento do seu negócio bem ali, nas cercanias do aeroporto e bem na beira da Bandeirantes.
Não posso crer que leitores deste blog sairão, diante do contexto acima, em defesa do empresário para reivindicar a abertura de um estabelecimento com as características do Bahamas e assim "assegurar" o lazer (...) de um punhado de burgueses e do trabalho de suas amiguinhas coadjuvantes. Parece-me ingenuidade, como alguém aí em cima escreveu, supor que essa é uma bandeira que sirva a muita gente. Até parece que uma ONG ou coisa parecida foi desapropriada de um terreno da prefeitura ou uma associação de bairro está sendo despejada...
O que escreverei à frente não é conselho, mas uma impressão de quem já é suficientemente velho para afirmar que já viu muita água passar por baixo da ponte. O temível Rockfeller, o magnata do início do século XX, um capitalista dos mais empedernidos, teve a imagem melhorada graças a um profundo trabalho de relações públicas. A opinião pública acabou por aceitar que o antigo e temido vampiro transformara-se, um pouco por encanto, em um respeitável filantropo. Verdade ou não, Rockefeller doou muito dinheiro para instituições de caridade, artísticas, culturais e participou ativamente na recuperação de espaços públicos etc. etc. etc.. Quando a versão resulta mais famosa dc que a realidade, publique-se a versão...

Amílcar Mascarenhas

Fábio Valim (Advogado do Diabo 666) disse...

voce esta de parabens seu texto foi sem duvida
otimo
achei que voce falou tudo voce sim e um bom blogueiro

para amilcar mascarenhas

Oscar Maroni Filho disse...

Maroni comenta:
Amilcar, enquanto lia seu comentário fui pensando em como responder. Li duas vezes e observei que você usa de palavras chaves do tipo burgueses, diferenças de classes sociais, que o Bahamas é um antro freqüentado por homens corruptos, políticos, prostitutas ou liberdade sexual é nocivo a sociedade. Que o Bahamas estar fechado deve ser encarado com exemplo para o resto da sociedade.
Mascarenhas, eu cito muito o exemplo: ser comunista ou de esquerda na adolescência na década de 60 era sinal de intelectualidade inteligente. Hoje se apercebe que estas diferenças de classe enfatizadas em épocas marxistas é burrice. A liberdade existe e é o que se preservou e o que se manteve através da historia. Diferenças de classes sociais existem e sempre irão existir. Imagine se o Brasil tivesse se tornado uma união Soviética ou uma Cuba...e veja as mudanças na China. Mas voltemos ao aspecto do Bahamas. Vivo em uma democracia, você demonstra não conhecer o assunto e é mais um que me analisa segundo uma imprensa sensacionalista. Opinião cada um tem a sua do que é moral ou imoral. Gosto do que faço e se sou bem sucedido é porque faço bem feito todas as minha 5 atividades, Bahamas, Hotelaria, Pecuária, Eventos to lutas e editora. Gerava 170 empregos, só na fazenda em Araçatuba produzia de 10 a 12 mil kg de carne a cada 24 horas. Fui muito bem sucedido em tudo que fiz.
Considero que a humildade é o único orgulho dos incompetentes. Deve-se ser humilde com as pessoas humildes, mas em termos de business deve-se pensar grande. Quanto ao aspecto moral ou imoral e se o Bahamas é licito ou não isso já foi decidido pela justiça. O que esta ocorrendo em relação ao Bahamas e ao hotel é uma arbitrariedade e uma situação política delicada. Atividades igual ao Bahamas existe em São Paulo, no Brasil e no mundo e o fato de eu ganhar muito dinheiro no Bahamas é uma questão de competência. Até hoje nunca vi ninguém que monta negócios ou empresa para não ter lucro ou ter prejuízo. O que caracteriza o empresário é o sucesso e o que esta ocorrendo comigo é uma injustiça, uma arbitrariedade que o tempo agora esta demonstrando. Os freqüentadores do Bahamas são homens da media de brasileiros e dos cantos do mundo, são homens sadios, empresários bem sucedidos, homens de família mas que gostam de se divertir e procurar a diversão na bohemia. Não consigo entender, Amilcar, esse teu ranço de ódio, de raiva, essa sua necessidade de criticar, desvalorizar. Analise seu comentário sobre este prisma e observará que dentro de você existem itens não resolvidos.
Boa Noite.

Oscar Maroni

Oscar Maroni Filho disse...

MAroni comenta:
Valim, fiz alguns comentários sobre você e a Anna Flavia. Saiba que não é nada pessoal. É que essas discussões entre você e a Anna no meu blog ate desagradável. Você fez alguns texto que eu ate gostei, mas quando entra nesse bate-boca a nível pessoal fica chato, sai dessa cara!
E você também Anna, esse bate-boca pessoal não acrescenta nada.
Boa noite

Deijivan disse...

Maroni, quero que saiba que gostei da nova linha editorial que pretende impor ao seu blog.

Alguns disseram aqui que se trata de uma empreitada difícil ou, até mesmo, impossível de se consumar. Mas, não obstante às dificuldades latentes, ainda acredito que possa ser feita justiça pelo caminho tortuoso da apelação social. Digo tortuoso porque sabemos que o correto seria a vigília e a fiscalização dos órgãos públicos levar à justiça as falhas e incongruencias encontradas na própria administração e nas relações interpessoais com empresas e pessoas que façam uso da corrupção passiva ou ativa, visando a manutenção irregular dos seus bens.

E como nosso governo não possui um ombudsman ou uma corregedoria imparcial para que este serviço de punição legal seja devidamente implantado, cabe somente a nós, cidadãos inconformados, botar a boca no trombone!

E como a Cintia disse, infelizmente o Ministério Público não é um órgão tão isento assim, simplesmente por culpa dos "tentáculos gigantes da máquina" que se espalham pelas dependências de todos setores administrativos de todos os poderes públicos. Neste ponto, acredito, não bastaria apenas a intervenção do M.P., mas também uma ampla divulgação na mídia, principalmente através dos jornais impressos que, embora não atinjam a maior parcela da população, ainda gozam de um prestígio e de um respaldo bastante fortes no meio político e nas mentes pensantes dos formadores de opinião do nosso país.

"Comprador de Corruptos" e "Dom Quixote" são rótulos que facilmente remetem à conotações pejorativas. Comprar corruptos pode ser entendido como o ato de alguém que abastece a corrupção e não alguém que deseja minar as forças da mesma! E ser um Dom Quixote limita o entendimento de que seja alguém que vive fora da realidade, que seja muito ingênuo e alienado. Daí o termo "quixotesco".

Portanto, sugiro uma abordagem nova para sua meta. Que tal o "Financiador da Justiça" no lugar de "Comprador de Corruptos"? E "Mecenas da Equidade" no lugar de "Dom Quixote"?

E embora o que eu tenha escrito a respeito do ex-subprefeito da V. Mariana não possa ser considerado uma denuncia, já que é do conhecimento de todos que acompanharam as repercussões deste fato, posso dizer que sei de muitas merdas facilmente apuráveis que rolam pelos corredores da administração pública de SP, tanto no que tanje à Prefeitura como também ao Governo estadual. Havendo uma "delação premiada" vantajosa, que mal tem? rs.

Abraços!

Deijivan
http://blogdodeijivan.blogspot.com

Anônimo disse...

Até a Valentina Caran marcou sua presença aqui.
Mas Maroni, não se desista do seu negócio, caso contrário o Bahamas poderá virar uma igreja evangélica. Cruz credo!

Anônimo disse...

Maroni, sugiro que se associe à empresária Lílian Gonçalves e reestruture sua casa noturna. Tente adquirir um pouco do espírito empreendedor dessa experiente empresária que, igualmente a você, promove a boemia paulistana. Pense em nisto: em vez de continuar Bahamas, siga o exemplo da Lílian e crie o Piroska, assim a casa noturna, já se destinando a outro tipo de entretenimento, não deixará de ter alguma coisa que é a sua cara.
Wladimir Wenkonwisky
(Secretário Executivo da mega-empresária)

Anônimo disse...

Até a Valentina Caran marcou sua presença aqui.
Mas Maroni, não desista do seu negócio, caso contrário o Bahamas poderá virar uma igreja evangélica. Cruz credo!

Anônimo disse...

Caro Maroni,

Parece que não fui bem entendido:

1. O Bahamas não é um antro, mas uma casa como tantas de seu segmento;
2. Há uma luta de classe evidente instalada na sociedade e só os mal intencionadas não admitem;
3. Disse que não se pode generalizar, mas muitos dos membros da classe sócio-econômica em questão, a classe que frequenta o seu clube, são verdadeiros pulhas, os quais não terão o seu dito "prazer" defendido como uma questão importante, uma bandeira que mereça a atenção do trabalhador e da maioria da população de São Paulo. Digo isso por dois motivos
a) as profissionais que frequentam a casa não possuem, na maioria das vezes, o respeito como trabalhadoras;
b) são bem remuneradas, ganham muito mais que a maioria do chamado povo brasileiro e não recolhem um centavo de imposto. Lembre-se de que você sempre se vangloria, na imprensa, de recolher impostos, aliás, como se isso fosse algo extraordinário.
c) Essa falta de identificação com as supostas necessidades dos seus clientes não chega a desmerecer sua luta pela reabertura do estabelecimento, mas o impede de dotar essa última com um caráter reivindicatório de uma parte da sociedade. Talvez nem mesmo seus clientes queiram se engajar na luta, pois - e infelizmente para você - as poucas vezes que vim aqui percebo que o cenário é sempre o mesmo: uma garota de outro estado continua no centro das atenções, embora isso não signifique algo exatamente afortunado para ela, já que amiúde é achincalhada por todos.
Como se vê, sua causa não é popular. Não está em questão a democracia, a liberdade de expressão, como você adora dizer, muito para se parecer com Larry Flint.
Provavelmente você feriu suscetibilidades. Talvez de homens que tenham se imaginado filmados por você, segundo acusação de pessoa que viveu ao seu lado. Ainda que você afirme que tal fato não passa de calúnia, o certo é que o "mal" está feito. Aí você tem razão em falar em "Escola de Base". Na época desse fato, trabalhava em um grande jornal e acompanhei a "construção" da notícia, de início somente sustentada no relato de uma criança, cuja mãe associou, indevidamente, um plurido anal do filho a uma suposta sevícia.
Não tenho ódio do Bahamas e muito menos de você, que sequer conheço pessoalmente. Apenas me chama a atenção o fato de tão somente você "aparecer" na imprensa, enquanto que seus concorrentes são praticamente invisíveis. A Lílian Gonçalves, citada acima, também teve a casa fechada em algumas ocasiões e nem por isso chamou o prefeito da época de "madre reitora". Você não acha que ridicularizar o prefeito em público, ainda mais com uma alusão à preferência sexual dele, não é exatamente um ato diplomático? Você também fará esse tipo de gracejo com Claudio Lembo, caso ele não possa ajudá-lo? Também me parece prova de uma mão pesadíssima você chamar um promotor de justiça de "Zé do MP". Não se trata apenas da necessidade de demonstrar o mínimo de urbanidade em situações como a que você se vê, mas de ser político no sentido mesmo de reconher as forças em jogo na "gestão da polis", a primeira acepção do fazer político.
Longe de mim ensiná-lo de alguma forma. É você o "proprietário" de um mundo de coisas, bastante distante das possibilidades da maioria das pessoas. Mas talvez não seja por isso mesmo que você já deveria ter percebido que sua luta é vã? A bandeira verdadeiramente política é a discussão da regulamentação da profissão de prostituta. Ninguém melhor do que você para fazê-lo, pois é justamente você e sua empresa que estão no olho do furacão.
Pense na condição de milhares de "putas pobres" sem nenhuma assistência, analfabetas ou semi, muitas das quais na profissão há décadas. Pense como o país que você diz amar faz vistas grossas para esse problema.

Um sincero abraço,

Amílcar Mascarenhas

Anônimo disse...

Maroni,
Sinceramente, não estou compreendendo você...Você não é o pregador da filosofia de que roupa suja se lava na calçada?
Se olhares cada postagem que fiz desde o início desse blog, nunca, nunca,nunca ofendi ninguém. Só me defendi e defendi o meu ponto de vista político e o quê penso a respeito do seu caso._não há ninguém que suporte provocações, e desde o início fui provocada e usei do teu blog para superar as provocações com bom humor.
Estou melindrada em relação ao seu ponto de vista a respeito da minha pessoa.Não escreverei mais no seu blog._ fica registrada a minha despedida, a despedida de uma pessoa madura.

www.adonadosenadofederal.blogspot.com

Anna Flávia Schmitt, Rodeio,S.C.

Fábio Valim (ADEUS ..BOA SORTE A TODOS ) disse...

pessoal do blog ontem eu li algo que me deixou muito triste o sr oscar maroni me ofendeu profundamente e meu coração chorou...hoje pensei em me despedir desse blog..despedir das pessoas daqui e como despedir de um irmão que não vou ver mais OLHA BOA SORTE A TODOS AMO VOCES VOCE ANNA A GENTE SENPRE BRINCOU SE OFENDEU MAIS SE TEM ALGUEM COM CABEÇA NESSE BLOG E VOCE MENINA
A CINTIA ESSA GAROTA LINDA MARAVILHOSA UMA OTIMA BLOGUEIRA cintia continue assim garota
o Amílcar Mascarenhas ESSE CARA SABE ESCREVER
VAI MUITO ALEM DE TODOS SOU UM ADMIRADOR SEU
E ISSO BOA SORTE A TODOS
AMO VOCES
ADEUS

Fábio Valim (ADEUS ..BOA SORTE A TODOS ) disse...

José Fábio Valim
*27/05/1980
+16/08/2010

Oscar Maroni Filho disse...

Voltei para ficar, dialogar, fazer comentários, criticar e ser criticado.
Inicialmente gostaria de chamar a atenção da senhora Anna Flavia e do senhor Valim.
Vou começar agora a esgrimar com o senhor Amilcar Mascarenhas, esgrimar com palavras ou até duelar, não com armas, ou melhor, com armas que podem matar mais do que a pólvora que antecede o chumbo. Vamos esgrimar e duelar com palavras que expressam idéias, pensamentos, opiniões, concordâncias, discordâncias. Não sou um grande especialista nisso, não sou um escritor obviamente, mas adoro o dialogo, as divergências de opinião, pois com divergências de opiniões vamos à reflexão e nas reflexões podemos ate crescer, rever idéias e valores e isso no meu ponto de vista é o objetivo da existência, o crescimento.
Sr. Amilcar, com todo respeito à sua pessoa, me parece que você não entendeu o motivo deste blog e não deve ter lido todos os textos, pois percebo que você me conhece superficialmente. A sua opinião esta, e em muito contaminada pela imprensa. Costumo dizer que o fato não existe e sim a interpretação que se dá ao fato. Um copo que cai no chão para a dona de casa pode ser um prejuízo de uma redução no seu estoque, para a doméstica trabalha mais ao varrer, para o que tem sede é um recipiente a menos, para um fabricante de copos um lucro a mais. Quero dizer que tudo é muito subjetivo e que depende das necessidades e pontos de vista de cada um.
A ordem que você pôs em seus itens eu vou repetir.
A luta de classe que você citou e afirmou existir na sociedade eu discordo. Já foi essa época mantida por pseudos intelectuais do qual eu cheguei a fazer parte. Quase cheguei a ir a cuba fazer cursos de guerrilhas. Essa guerra de classes teórica é uma iniciativa que eu chamo de cafetões de pobres. São pessoas mal sucedidas e que tentam usar de pessoas menos privilegiadas para se manter e dizer que tem atitudes nobres como políticos, teóricos acadêmicos e principalmente os religiosos. Esses devem ser questionados, pois são grandes cancros que sempre existiram e que hoje usam da mídia eletrônica para vender teorias religiosas em livros que se chamam bíblia e que cada um interpreta como quer. Ex: acima do copo que quebrou também serve, em partes, para explicar os religiosos que vendem Deus a 10% do dizimo se aproveitando da desgraça, da miséria, do desespero de pessoas menos cultas ou que por grande influencia religiosa tem medo de questionar valores religiosos e se agarram em deuses para explicar o que não conseguem explicar o que por ainda a ciência não decifrou ou que as religiões dão explicações de 2 mil anos atrás com ditados pregados no deserto e etc. como amo a palavra, como amo ter uma mente livre que pode questionar sem regras, sem normas, sem preconceitos e principalmente sem medo.
Amilcar, neste capitulo diria não existem guerras de classes e sim brigas pela sobrevivência, e acredito na livre iniciativa.

Oscar Maroni Filho disse...

Continuando...

Política para mim não existe, ou melhor, os impostos que você se referiu deveriam ser usados em benefícios da sociedade, mas na pratica, boa parte é usada no sustento dessa corja da grande maioria dos nossos políticos, existem sim uma minoria. Friso, uma minoria bem intencionada, mas são poucos, diria que é um terço de uma andorinha ou menos querendo fazer verão em Brasília.
Os clientes do Bahamas que você diz serem pulhas, são homens normais que gostam de sexo e as garotas de programa que você citou são putas como elas se definem, moças honestas com problemas financeiros e com um cartão de credito no meio das pernas que sacam quando precisam....hahahaha como é bom viver sem preconceitos, sem regras e sem normas.
Eu e Jesus amamos as putas, eu todas e ele a Maria Madalena.
Sobre o Ministério Publico, quero aqui deixar registrada a minha admiração por esses profissionais da área estadual e federal que de uma forma tão nobre e anônima, digo anônima, desempenham sua profissão que é serem os guardiões da lei. Sobre o Zé do MP, gostaria que os milhares de leitores deste blog digitassem www.google.com.br e quando aparece o campo de pesquisa digitassem José Carlos Blat. Desculpem-me, sei que vocês sabem acessar o Google, mas fiz questão de fazer desta forma para que não haja nenhum errinho, e ai voes irão constatar nas informações que aparecerá quem é quem.
Quanto ao aspecto de regularização da profissão de prostituta, eu estive há 15 anos com meu filho em Brasília conversando com o deputado federal Gabeira e conversamos sobre o projeto da regularização da profissão para que esta profissão se tornasse regularizada e as pessoas que as exercessem não fossem tão perseguidas socialmente, seriam como nos países de 1º mundo como Suécia, Suíça e Dinamarca.
E finalizando, contrariando a hipocrisia, a imprensa sensacionalista, os políticos, falsos moralistas momentâneos, o Bahamas não é uma casa como outra qualquer. É sim um Clube freqüentado por homens mulheres e casais, um estabelecimento com diversões para adultos, freqüentado por pessoas em paz com a vida, bem resolvidas sexualmente e que gostam de experiências sexuais em algumas situações ate que ousadas. O Bahamas goza de uma fama internacional e aguardem em breve um documentário a nível internacional que será exibido em mais 180 países falando de liberdade de expressão, da sexualidade humana, das noites das principais capitais do mundo, de luxo, de requinte e de ousadia que existe em democracias ande as pessoas são livres para serem como querem ser.

Oscar Maroni Filho disse...

Continuando...

Sobre o item que você cita que os proprietários não se identificam como donos e só eu na noite me identifico como o dono do Bahamas, saiba que o Bahamas existe a 25 anos, nunca foi lacrado e eu sempre me orgulhei do que faço, pois o Bahamas PE considerado uma atividade LICITA não dito por mim, mas sim por desembargadores que decidiram, como falei no texto nº80 e em outros textos que cito decisões judiciais de vários juízes que decidiram, friso novamente, ser o Bahamas uma atividade LICITA na forma de como eu administro. Os homens e as mulheres pagam para entrar e o que é feito dentro das suítes do exótico hotel Bahamas é um direito e privacidade de cada desde que sejam maiores de idade. Que saudades que tenho de quando pegava no microfone e dizia “Aqui somos a favor de pênis eretos, vaginas molhadas e cada um colocar a boca aonde bem entende, no sentido amplo” e ai começava o show. Uma media de 200 a 250 homens e 150 a 200 mulheres dia. E saiba que quem mantém o Bahamas funcionando é a sociedade que te cerca nacional e internacional.
Abraços Amilcar e agradeço as suas criticas, pois através delas pude esclarecer duvidas e falar um pouco mais do meu tão amado Bahamas Club.
Que saudades.
Em breve voltará a funcionar e vocês estarão todos convidados.
Oscar Maroni, o homem que não se envergonha do que faz, muito pelo contrario, se orgulha.
A resposta foi longa, mas graças ao Amilcar r e minha criatividade virou um texto.

Anônimo disse...

Vou dizer uma coisa: se a Anna finalmente se auto-exilou e o Fabio Valim se defenestrou, só por isso o OMX já merece um prêmio. Nunca vi uma mulher tão insuportavelmente chata como aquela. Além de pretensiosa e cara de pau.

Leitor que dorme em paz

Anônimo disse...

Rs rs rs rs rs rs rs rs rs rs...
Prezado 'Leitor que dorme em paz',
Anna, a Estranha (ou a 'doidadosenado'), e Valim eram figuras folclóricas neste sítio virtual; eles até que me divertiam enquanto esperava por algum comentário sério e atinado, como eram os publicados pelo versátil internauta articulador de várias vozes. Muitas vezes, a atmosfera que envolvia este blog, saturada de tanta intelectualidade, tornava-se menos densa e, de certa forma, mais agradável, com as participações daqueles comediantes oligofrênicos. Podíamos tomar fôlego, recuperar o ânimo e prosseguir debatendo tão séria e veementemente. Eu até que poderia me candidatar a ‘bobo da corte’ para a diversão dos internautas, mas certamente, bem sei, não tenho o mesmo talento (embora às vezes me esforçasse para tê-lo) daqueles cabotinos que nos deixaram. É praticamente certo que eles não suportarão o exílio compulsório, entrarão em colapso e cairão, impreterivelmente, num nosocômio qualquer. Preocupo-me com a saúde daqueles que em inúmeras oportunidades levaram-me às gargalhadas. Espero que Anna e Valim não ponham suas vidas em sacrifício por não suportarem o ostracismo.
Pedro Rizzo

Anônimo disse...

"Anônimo disse...
Valim, não é que você seja um imbecil, apenas isso. É que você é chato mesmo!
Antigamente, quando um livro era muito ruim, os leitores lamentavam as árvores derrubadas para fabricar o papel consumido pela obra. Hoje, temos que nos ressentir dos bytes descarregados pelo seu computador quando você entra aqui e vomita mais um comentário.
Você deveria ser fabricante de sacos de vômito, pois ficaria rico.

OMS

14 de agosto de 2010 19:55"

Agora só uma dúvida: OMS quem é? Não pode ser 'OM' de Oscar Maroni; o 'S' não sei do que seria. Não é texto do Oscar. Ahhhhh, isso não é mesmo! Nota-se pela pontuação, pela gramática, pelo estilo...

Anônimo disse...

OMS: Organização Mundial da Saúde

Anônimo disse...

Pedro Rizzo, no fim, acho que você tem razão. Anna, a Estranha poderia, contudo, fazer uma especulação em suas entranhas e se impor um silêncio obsequioso, às vezes. Creio que o auto-exílio, como nota internauta acima, é uma figura de retórica que a moça, em suas alucinações guerrilheiras, fará questão de divulgar em seu blog. Afirmará que foi perseguida pela censura, que seus textos foram submetidos ao crivo do censor e que, finalmente, tiveram o sentido subversivo atenuado. Pobre Anna, que o silêncio seja sua hóstia!
Quanto ao Valim, o desconstrutor da língua, deve estar agora perguntando na rua onde passa ônibus para o Jaçanã, porque o trem das onze ele perdeu. O duro é que ninguém vai entender o esdrúxulo dialeto que ele fala.

Hermes da Fonseca

Oscar Maroni Filho disse...

Maroni esqueceu:
Tem um trecho do comentário do nosso amigo acima, Amilcar, referente ao nosso prefeito que esqueci de comentar. Relendo o comentário agora no café da manha me pula aos olhos este aspecto que refere-se ao nosso prefeito Sr. Kassab e o Amilcar diz que eu não respeito o cargo deste, pois o chamei de madre superiora. Isso a 3 anos atrás. E foi tão comentado pela imprensa.
Olha, o que tenho a dizer sobre isso é que o termo madre superiora não tem nenhuma conotação de deboche sobre a sexualidade do Prefeito e digo mais, este homem já falou em algumas matérias que não é homossexual e que se fosse assumiria, o que eu achei uma atitude muito digna este comentário. O termo madre superiora é uma forma minha de me referir a algumas pessoas de uma forma brincalhona e afetiva, mais pela conotação de liderança do que como gozação. É afetivo sim. O meu ex-gerente Dino, eu o chamava muitas vezes de madre superiora e olha que por outro lado eu vivia chamando a atenção dele, pois era um galinha em relação as mulheres que freqüentavam o Bahamas. Vou mais, já disse isso na imprensa e repito aqui no meu blog, em relação ao nosso prefeito sobre os meus dois hotéis, o Bahamas e o Oscar’s, ele errou, pois foi mal informado por seus assessores técnicos na época. Já se passaram 3 anos e a prefeitura disse, na época que iria demolir em 3 dias. Ganhei na justiça, estou dentro do gabarito de altura, não coloco em risco nenhuma aeronave, não alterei o tamanho da pista. Vejam a besteira que disseram. Vocês acham que um prédio daquele tamanho com mais de 18.000 metros quadrados pode ser escondido como um puxadinho no fundo do quintal?
E considerando que centenas de aviões aterrissam em Congonhas passando pelo meu hotel, a aeronáutica e as empresas aéreas com aeronaves que custam milhes e o risco de vida das pessoas que é o mais importante, permitiriam a existência do oscar’s hotel? O próprio presidente de seguranças de vôos dos EUA declarou no Jornal Wall Street Journal que o meu hotel não coloca e risco as aeronaves e que o tamanho da pista é seguro, portanto, um monte de merdas falada por pessoas da imprensa que não entendem nada de aeronaves, nem de aeroportos e muito menos sobre segurança de vôo. Na época iam à onda do vamos falar para alcançar mais ibope e vender mais jornais.

Oscar Maroni Filho disse...

Continuando...

Voltando ao Kassab.
Como disse e afirmo, nos meus dois hotéis ele errou, foi mal informado por seus técnicos e como disse a ele, aprendi a admirá-lo principalmente quando você teve a humildade de se desculpar com aquele cidadão que você chamou de vagabundo em um hospital. Eu hoje também me desculpo com você, pois se eu fosse o prefeito de São Paulo, não gostaria de ouvir o que o Oscar falou sobre o prefeito. Apesar que não falei muito, foi mais sensacionalismo do que faltas de respeito.
Kassab você conseguiu fazer a marta voltar a por camisinha na banana. Você conseguiu nas eleições a prefeito fazer o Alkimim voltar a se dedicar a acupuntura. Você conseguiu derrubar o Lula que indicava a Marta e olha que este presidente, o Sr. Lula é o homem que alcançou o maior índice de aceitação na historia da política brasileira.
Finalizando.
Considero que o Kassab esta fazendo uma boa administração,a cidade este mais limpa, mais organizada, sobre o transito não se pode resolver vários erros de prefeituras anteriores em um mandato. O transito, assim como as enchentes, é um processo que envolve tempo, pois se faz necessário a reeducação de um povo. Sobre o transito o processo no meu ponto de vista é que governos anteriores não acompanharam o crescimento proporcionalmente, veículos nas ruas e as obras de adequação, pois cresce a frota e as vias de circulação não acompanham o crescimento proporcional. No bairro onde moro é um exemplo, Moema, a população se revoltou quando inesperadamente a prefeitura impediu o estacionamento de veículos em varias ruas. A população se revoltou sim, mas não existia outra opção, hoje o transito flui e isso faz parte do crescimento na cidade. É mais ou menos como um colesterol nas veias que obstrui o transito do sangue. E sobre as enchentes, precisa-se educar o povo sobre o lixo jogado nos rios, córregos, e o lixo que escoa para dentro das galerias. É parecido com o ex que dei do colesterol nas veias do corpo humano. Se faz necessário desobstruir.
Kassab, meus cumprimentos sobre a administração da nossa cidade. Você é o cara na municipalidade, assim como o Lula foi considerado “o cara” pelo Obama. Mas me desculpe continuo insistindo, nos meus dois hotéis você errou por receber informações erradas de seus assistentes.
Oscar Maroni.

Erly Junior disse...

Show de bola OM voltar a postar, me parece que o "tesão da alma voltou" e com isso eu tenho certeza de que os bons blogueiros voltaram a postar e acessar este blog. Acredito que "ANNA e VALIM" com suas discussões são frutos exatamente da falta da presença do anfitrião do blog, o que agora, ao meu ver, não ocorrerá mais. Todos nós estamos torcendo pela reabertura do bahamas e quem sabe no futuro comemoremos o Hexa com uma grande festa verde amarela ao lado de mulheres linda. A propósito, recebi um e-mail a qual fui convidado a participar da "quarta-quente na alameda Iraé, 284, Noema/SP tel 01127724508", pergunta: porque lá pode e no bahamas não? OBS: Não sou paulistano, se algum paulistano poder me responder. Um forte abraço a todos. erlyjr.

Anônimo disse...

ERLY DEIXA DE SER MASCARADO, TODOS DO BLOG SABEMOS
QUE VC E O VALIM SÃO AS MESMAS PESSOAS.
CARA , QUEM VC ACHA QUE ENGANA COM AS SUAS PRESEPADAS ? ? ?

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Pronto! Agora a discussão vai ser entre esse internauta aí de cima e o Erly.
KKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Tenho que destacar este trecho, ou melhor, o comentário todo, do qual morri de rir:

"ERLY DEIXA DE SER MASCARADO, TODOS DO BLOG SABEMOS
QUE VC E O VALIM SÃO AS MESMAS PESSOAS.
CARA , QUEM VC ACHA QUE ENGANA COM AS SUAS PRESEPADAS ? ? ?"

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Sensacional!

Anônimo disse...

É quase inacreditável: agora que Anna, a Estranha deu o ar de sua ausência, retorna Erly, o papagaio de pirata. Esse faz até o Deijivan corar de vergonha; e olha que o nosso jornalista e blogueiro é um expert na puxação de saco.

Analista Político

Anônimo disse...

ANALISTA POLITICO: ANALISE MEU CACETE E VER SE ESTÁ DURO O SUFICIENTE PARA VOCÊ.

Anônimo disse...

...ou melhor...veja se 24cm é politicamente correto para você.

Anônimo disse...

Sr. Oscar Maroni:

Talvez seja bem interessante, nessa nova fase do blog, o senhor responder a algumas perguntas para situar os eventuais internautas que ainda não o conhecem bem:

1) Como foi criado o Bahamas e por que o nome do famoso arquipélago?
2) Antes do Bahamas o senhor teve outro estabelecimento? E por quanto tempo funcionou?
3) Como foram atraídos os primeiros clientes e as primeiras garotas de programa?
4) Relate algumas situações inusitadas ocorridas no estabelecimento;
5) Quem fez a decoração da casa e quem é o responsável pela produção dos shows;
6) Seus filhos iam com o senhor ao trabalho? O que achavam do trabalho do pai?
7) Como lhe ocorreu comprar uma fazenda e passar a criar gado?
8) O senhor poderia revelar o faturamento da fazenda e do Bahamas?
9) Quando o senhor diz que está indo à falência significa que está sem liquidez ou que está também perdendo seus bens?
10) A prefeitura afirma que passaria a aplicar uma multa diária no hotel. De quanto seria essa multa?
11) O senhor tem inimigos?
12) Quais são seus principais interesses?
13) Que conselho o senhor daria para uma garota que pretenda ser prostituta?
14) O senhor deixaria sua filha ser garota de programa?
15) Quando voltará a publicar revistas? Quais seriam os títulos?
16) O senhor tem interesse em investir em uma nova área de negócio?

Abraço deste seu admirador Clóvis Garcia

Anônimo disse...

Se não tivesse tão bem escrito, eu diria que se tratava de um questionário do próprio OMX direcionado a si mesmo para expor seus talentos e seus objetivos...
Seja como for, estou ansioso para ver as respostas. Esperemos que a atenção de nosso hospedeiro virtual volte-se às perguntas tão formuladas.
É com você, Maroni.

Anônimo disse...

Acrescento mais três perguntas: 17. Quanto você fatura com cada Show Fight? 18. Já pensou em dar palestras para novos empreendedores? 19. Você aceitaria fazer uma parceria com a grife "Daspu"? Daspu-Bahamas, uma linha de vestidos vistosos e alegres (hehe), como os da grife daquela ex-aluno da Uniban.

Analista Político

Anônimo disse...

Vinte (20), só pra ficar redondinho:
Espírito empresarial, adquire-se ou só se nasce com ele? Seus filhos são todos iguais a você, tendo a mesma aptidão/disposição para os negócios? (Esta é a vigésima primeira, mas faz de conta que é extensão da vigésima.).

Theo Becker disse...

tenho muito pra falar sobre esse cara que e um verdadeiro empreendedor,desde muito pequeno já sabia o que ele queria pra sua vida ele senpre apaixonado por john wayne o garoto do campo que vendia galinha na feira da cidade veio pra são paulo pra tentar a vida melhor foi vendendo salgados e cachorro-quente que oscar começou a fazer sua vida,com o passar do tempo ele trabalhando de dia vendendo salgadinhos e a noite trabalhando na boca quente foi ai que oscar conheceu um amigo irmão pablo escobar logo
os dois iriam ser parceiros em muitos negocios
em pouco tempo trabalhando juntos nasce o bahamas uma das casas mais liberais do brasil aonde se tem as mulheres mais safadas do mundo aonde são as mais caras do brasil tambem e com uma ajudinha daqui e outra dali temos esse grande empresario que e sem duvida a puta mais velha do brasil...

Anônimo disse...

E eu que nem sabia que o ator John Wayne vendia galinha a feira da cidade, antes de chegar ao estrelato e vir para a cidade de São Paulo. Mas a respeito do fã, que era apaixonado pelo ator, e era um empreendedor, de quem se trata? Maroni conheceu Pablo Escobar, ou o amigo-irmão, ou irmão de quem??? Ajudinha daqui e dali pra termos quem??? Mas que confusão do caralho! Seria outro que precisa de Gardenal ou é aquele velho blogueiro conhecido nosso?

Anônimo disse...

ERLY DEIXA DE SER MASCARADO, TODOS DO BLOG SABEMOS
QUE VC E O CLOVIS GARCIA SÃO AS MESMAS PESSOAS.
CARA , QUEM VC ACHA QUE ENGANA COM AS SUAS PRESEPADAS ? ? ?

Anônimo disse...

I

Oscar Maroni: uma microbiografia não-autorizada

Jundiaí, 1949, nascia, pesando 4,2 Kg, aquele que viria a transformar o show business brasileiro em show de bucetas, um negócio das arábias, embora não instalado na 25 de Março, mas em Moema, na cidade de San Paolo, belo. O bebê Oscar Maroni Filho - hoje reconhecido mundialmente pelas iniciais OMX, muito inspiradas nas do bilionário EBX, Eike Batista, amigo íntimo de perfurações submarinas e subcutâneas - dá sua primeira prova de lubricidade explícita quando mete a mãozinha no decote da babá e exclama um malicioso dá-dá-dá.
Aos cinco anos, o menino Oscar não apenas monta um consultoriozinho de ginecologista atrás de um biombo da sala de estar, mas também uma sauna mista no banheiro da empregada. Aí, entre nuvens de fumaça e o jorro de um chuveirinho indiscreto, Oscarito demonstra seu lado cômico ao dizer para cinco amiguinhas que o lugar era uma reencarnação do paraíso e por isso todo mundo podia ficar pelado sem medo de cometer pecado.
Aos 10 anos, Don Oscarito vende pipoca com pimenta na escola e descobre os efeitos afrodisíacos daquela especiaria. Aos 12, com ajuda do tio gráfico, reimprime milhares de catecismos de Carlos Zéfiro, o porno-quadrinista brasileiro, e experimenta estrondoso sucesso como precoce editor. Eis os antecedentes das revistas safadinhas que viria a publicar no final dos anos 90.
Quando finalmente já era um homem vivido aos 16, pois dizia já ter comido 278 garotas, Don Oscarito faz uma inesperada relação entre seu pênis cansado de guerra e salsichas do Frigo Eder. Daí foi um pulo: montou, aos 19, com a ajuda da ex-mulher, um carrinho de cachorro-quente, que em pouco tempo se tornaria mais conhecido que a faculdade onde fora instalado. Com efeito, os sanduíches de Maroni conservavam o nome genérico de hot dog apenas por uma questão de prática, já que a iguaria tinha de tudo, menos salsicha. Anote o leitor a diversidade de ingredientes à escolha do freguês: enchova, ostras, caviar, lardo, alcaçuz, chili, curry, chocolate, coxas de rã, carne de avestruz, trufa, tomates, pepino, espargo, avelã, morangos, pétalas de rosas cândidas e outros tantos afrodisíacos. Daí vem o nome de Sexy-Hot, uma produção de OMX para a TV a cabo.
Aos 27 anos, Don Maroni XXX já era o "príncipe da noite", com sua vasta cabeleira, sorriso diabólico, de dar medo no Adamastor Pastorinho, e uma ardente saliência priápica entre as pernas, a qual lhe rendeu o título de Juca Chaves da Baixada do Glicério... Segundo a lenda, Triple X, um outro apelidinho seu, já teria experimentado mais de mil fêmeas em mil e uma noites de gemidos e yes, yes, yes. Sim leitor, Don Maroni, novo rico que era, só se lançava à conjuminação carnal com call-girls genuinamente americanas.

Lauro Chanteclair

Anônimo disse...

II

Aos 33,no início dos anos 80, Maroni monta o primeiro espetáculo no ainda pouco conhecido Bahamas: "As 25 gatas e o rato", ele mesmo no papel do cafajeste roedor. Em seguida, foi a vez de "Ai, como é gostoso meu italiano", em que o português macarrônico das novelas da Globo já se pressentia na pronúncia do imigrante vivido por Maroni, e "Nunca fale de boca cheia", uma farsa sobre as delícias do sexo oral.
Como os espetáculos ganharam notoriedade extra Bahamas, Maroni achou de criar uma caravana com suas atrizes e se apresentou em diversas cidades do interior e auditórios em São Paulo. Em cada sala, procurava adaptar o enredo a alguma peculiaridade do lugar. Assim, nasceram "Prefiro ter um filho viado do que Corinthiano", no Palestra Itália, e "Em baixo dos lençóis, só fornicação", em Lençóis Paulistas.
Dos 33 a este ano de 2010, nosso querido OMX conheceu a glória e outras 1800 mulheres. Tornou-se um pícaro, um empresário macunaímico, construtor de submarinos amarelos e castelos rosa pink. Ergueu um hotel que um dia o levará às estrelas e do alto do qual Rapunzel lhe atirará as tranças. Em meio a tudo isso, os bois de sua fazenda, que sempre aparecem por aqui com seus melodiosos muuuuuuuuuuu, subirão no palco e, em uma concorrida Jam Session, mais uma vez nos ensinarão que o show deve continuar e que entre rabos de saia e rabos de foguete OMX se sai bem com os dois.

Lauro Chanteclair

Anônimo disse...

LAURO CHANTECLAIR?????? NOME DE VIADO FRESCO!

Anônimo disse...

Bravo, Chanteclair.

Anônimo disse...

Ahhhhh.... Você, Lauro Chanteclair, tomou a frente e produziu a tão cobiçada biografia do lúbrico empresário. Mas o fez com maestria, sem dúvida. ‘Maroni, novas histórias’ ficará por minha conta, ok?
Ruy ‘Chantilly’ de Castro

Anônimo disse...

É isso mesmo.
Fresto Moranguinho do Rêgo.

Anônimo disse...

Maroni, li sua biografia e fiquei surpreso com tanta história pra contar. Parabéns.

Anônimo disse...

Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Anônimo disse...

OM: responde as perguntas dos internautas.

Anônimo disse...

Vou fazer a campanha: Volta Anna! Volte a doida do senado federal!

Anônimo disse...

Olha ela aí, dissimuladamente, rogando por sua própria volta. É muita cara-de-pau rs rs rs...
Agora só falta o Valim fazer o mesmo.
Mas eu espero que eles voltem, afinal os birutas nos divertiam.

Anônimo disse...

Cruz-credo: prefiro ver o maroni pelado do que essa mulher outra vez falando besteira.

Theo Becker disse...

vote no tiririca-pior do que tá num fica 2222
ronaldo esper-agulhar os politicos 3636
marcelinho carioca-jogar no time de brasilia
maguila-esportes contra as drogas
mulher pera(suelen rocha-jovem vota em jovem
alessander vigna (marido da mara maravilha)-
politica abençoada
kiko do klb-kiko-kiko rárárá
raul gil junior-juventude e honestidade

Theo Becker disse...

COMEDIA ELEITORAL
esse é o nome dado ao video no youtube sobre essas
pessoas que estão tentando para deputado federal
mais e a qualidade da pessoa,a moral que a esses
cidadões estao tentando passar pra gente,se eu contar os podres de cada um aqui eles não leva nenhum voto
vamos lá
RONALDO ESPER e um ladrão de tumulos não respeita as pessoas vivas nem as mortas,
MARCELINHO CARIOCA eu não votaria num cara que veste uma chuteira de numero 35 lugar de criança e na escola
MAGUILA é um cara sem cultura alem de ser um analfabeto e se achando que podia virar PAGODEIRO já mostra que não tem cabeça nenhuma,
ALESSANDER VIGNA nem falou nada,ficou na rabetinha da esposa famosa,
kiko do KLB esse cara ainda e uma criança pode ser que ganha por ser famoso como nos EUA O ARNOLD SCHWARZENEGGER,
suelen rocha MULHER PERA pessoal essa voces devem lenbrar quando ela FOI UM DEBATE NO SUPERPOP PQ ELA TINHA UM CASO COM O RADIALISTA
ED LOPES,QUE ACABOU TERMINANDO UM CASAMENTO DE 30 ANOS PRA FICAR COM ESSA (MULHER SEM COSTELA)
ELA JA AVIA TIDO UM CASO ANTES COM OUTROS MILIONARIOS vai ver era uma das prostitutas que o maroni cafetinava
AGORA VIROU CANTORA DE FUNK CANTA UMA MUSIQUINHA
JUNTO COM UM ANÃO ANÃOZINHO mais é gostosa depois que colocou silicone na bunda e tirou duas costelas de cada lado ficou gostosa parece mais mulher madura AGORA SE ELA ANDA COM O ED LOPES NA RUA ja parece com papai e filha PQ DE ANTIGAMENTE PARECIA AVô E NETINHA
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
TIRIRICA sem comentarios

Anônimo disse...

E está aí de volta o defectível Vabio Falim, o homem que escreve errado por linhas tortas, agora sob pseudônimo de cantor de baile de periferia nos anos 60.

Theo Becker disse...

MARONI cai na real ninguem aqui acredita nesse seu papinho de empresario serio VOCE ACHAVA QUE A CASA NUNCA IA CAIR tá ai a prova que a justiça
funciona SUAS CASAS FECHADAS E SUA FICHA nem preciso falar
MUITO BONITO SER UM CAFETÃO CAFETINAR AS GAROTAS
DEPOIS QUE ELAS PEGAM HIV ELES MATAM ELAS
queria ver se fosse uma filha sua,

Anônimo disse...

Vai ver que a Anna, a Estranha retorna com o nome de Aurora Boreal, a dona da Escandinâvia. (Não, Valim, Escandinávia nada tem a ver com escândalo)

Anônimo disse...

http://arguta.blogspot.com/
http://luiz-vestiario.blogspot.com/?zx=4c56360d94216131
http://blogdodeijivan.blogspot.com/
http://mulhernapolicia.blogspot.com/
http://semamornadasomos.blogspot.com/?zx=a8be0f8100ea5f1a
http://www.vanessadeoliveira.blogspot.com/
http://idiotizandonanet.blogspot.com/
http://xcontrapondox.blogspot.com/
http://narroterapia.blogspot.com/
http://www.imperativocientifico.blogspot.com/
http://dialogospoeticosimello.blogspot.com/
http://corpodepoema.blogspot.com/
(Cíntia, você não tem um blog próprio ou, por acaso, seria um(a) d(o/a) idealizador(e/a)s desses já citados?)

Esses são alguns dos blogs que considero interessantes e onde teria o enorme prazer em ler alguns comentários dos conhecidos internautas. Entretanto, gostaria de encontrar principalmente publicações daquele que é de todos o mais versátil visitante, e cujos pseudônimos inteligentemente escolhidos têm sempre a ver com o assunto; parece-me que faz parte de uma cuidadosa estratégia onomástica (essa eu aprendi com ele) a escolha dos nomes/cognomes/‘nicks’..., o que, ao meu ver, muito valoriza os textos (comentários). Assim que meu blog/flog voltar às atividades, gostaria de receber a visita de todos.
Atenciosamente,
Eu.

Anônimo disse...

Ah! Fora aqui, foi no da Vanessa onde publiquei meus mais recentes comentários. Às vezes lá saem umas discussões engraçadas rs rs rs...

Anônimo disse...

É isso aí Maroni.

Onde é que eu assino?

Não dá para acreditar que isso ainda róla...

Robert

Anônimo disse...

Robert, em se tratando de Maroni, 'Não dá para acreditar que isso ainda rôla...'.

Anônimo disse...

"Eu", distinta pessoa gramatical, agradecemo-lhe as indicações de blogs. Suas intervenções são sempre elegantes, dotadas que são de um humor requintado, tanto quanto este seja possível aqui.
Sua forma cordial e serena no trato com outros internautas também nos chama atenção.

Todos os nomes

Anônimo disse...

Maroni, meu velho, você vai ou não responder os internautas?

Theo Becker disse...

o blog da vanessa oliveira e muito bom ela senpre responde as perguntas e não tem essa baixaria que aqui neste blog rola

Anônimo disse...

Certo, Theo. Mas infelizmente ela está me devendo umas respostas, também. A interatividade é o que aquece os blogs.

Theo Becker disse...

esse tal maroni vem aqui uma vez a cada mês
que voce acha disso

Anônimo disse...

a palavra "senpre", assim com grafia estropiada, é uma das impressões digitais de Fabio Valim, o lendário apedeuta de todas as horas, doravante travestido de Theo Becker.

Anônimo disse...

Theo Fábio Becker Valim, Oscar Maroni é igual à menstruação, pode até incomodar e causar irritação, mas quando não vem, deixa muita gente preocupada. Porém, uma vez por mês basta, não basta?

Anônimo disse...

OMS, Oscar Maroni Salário: uma vez por mês, pode não valer nada, mas todo mundo espera ansiosamente por ele. Além de tudo, quando chega, os pobres coitados ficam babando... Baba, baby, baba...

Theo Becker disse...

por que me chamaram de fabio valim? quem e esse
alguem me conta

Anônimo disse...

Oscar!!!!

Na vida devemos ser como a mitologica fenix!

Quem ja passou por coisas semelhantes, e, com um certo personagem em comum... sabe bem aferir a dor...

Boa sorte nessa batalha!

Lia

Anônimo disse...

Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Anônimo disse...

Theo Becker, o blog da Vanessa de Oliveira teria de tudo pra dar certo, mas só tem um probleminha: ela usa da tal moderação e não responde algumas perguntas e nem posta alguns comentários (e alguns que nem lhe são desfavoráveis, são apenas de caráter confessional). Já fiz o teste. Ela, ultimamente, está bloqueando muitos comentários; mas reconheço que seu blog já foi bom e que apareceu muita gente boa por lá. Vanessa precisaria voltar a ser mais democrática. E quando se fala em democracia em blog, não dá para deixar de parabenizar o Maroni, o Deijivan e outros que mantêm seus blogs abertos a qualquer tipo de comentários, mesmo que sejam os mais esdrúxulos possíveis, a exemplo daqueles postados pelo Valim (o ‘desconstrutor da língua’, como bem disse outro internauta), da Anna, a ‘doidadosenado’ e de outros visitantes mais esporádicos, mas não menos dementes.
Porém, Theo Becker, gostei de ver sua participação no blog da Vanessa; penso, inclusive, que poderíamos visitar outros blogs, onde nos encontraríamos regularmente e proporíamos, ao longo de nossas visitas, debates bem interessantes.
Ver-nos-emos por aí.

Anônimo disse...

o comentário da vaquinha foi mais inteligente!

Anônimo disse...

A vaquinha estará lá também, de certo. Mas, do mesmo modo, poderá ser censurada, obviamente.
Plagiarei a vaquinha, porém numa voz máscula e maiúscula: MUUUUUUUUUUUUUUU...
Touro reprodutor oscarmaroniano

Vanessa de Oliveira disse...

OI MARONI, JÁ HAVIAM RECOMENDADO SEU BLOG, MAS SÓ HOJE VIM CONHECÊ-LO.
LI A CARTA. ACREDITE, EU ENTENDO CADA CENTÍMETRO DE VOCÊ, DE SUA INTENÇÃO E DO REAL SENTIDO DAQUILO QUE TE MOVE.
NÃO,NÃO É O DINHEIRO NÃO, SÃO COISAS BEEEEM MAIS IMPORTANTES DO QUE ESTAS.
ASSIM É FEITA A VIDA DE PESSOAS COM IDEAIS, COM PRINCIPIOS PRÓPRIOS (ESTOU FALANDO PRÓPRIOS E NÃO DIZENDO QUE VC ESTÁ SEMPRE CERTO) E QUE NÃO QUEREM SÓ PASSAR POR ESTE MUNDO FAZENDO O QUE OS OUTROS ACHAM QUE DEVE SER FEITO. QUERIDO, SERÁ ASSIM PARA SEMPRE, TÁ?
ENQUANTO VC CONTINUAR SENDO MARONI EXISTIRÃO PESSOAS ÁVIDAS PELA OPORTUNIDADE DE "MASSACRAR" VOCÊ.

FORÇA AÍ, EU SEI QUE VOCÊ PODE ESTAR MORRENDO DE SEDE, MORRENDO DE FOME, PODE SER O ÚLTIMO DIA DE SUA VIDA, MESMO ASSIM VC VAI SE MANTER ALI FIRME, NO QUE VC QUER. ISSO FAZ PARTE DE VC... PELO MENOS NO HOJE FAZ PARTE...

MAS SE ALGUM DIA NÃO FIZER MAIS... TENHO CERTEZA DE QUE VOCÊ ABRAÇARÁ A CAUSA DO QUE VC SE TORNARÁ...

VAN...

Anônimo disse...

ESTOU COM SAUDADES DA ANNA
VOLTA ANNA PARA O NOSSO CONVÍVIO
OSCAR MARONI VC FOI MUITO CRUEL COM A NOSSA ANNA
RESTA PARA O MARONI PEDIR DESCULPAS PARA ELA
AFINAL A ANNA É BLOGUEIRA DAQUI DESDE O INÍCIO
E TAMBÉM ELA APENAS SE DEFENDIA QUANDO XINGADA
MARONI EU SEI QUE VC É UM BOM HOMEM
A ANNA NÃO MERECE

Anônimo disse...

Não liga para o Maroni , ele deve estar com TPM.
A Anna todas as vezes se defendeu desse idiota do
Valim.
Quem tem que sair do blog é o chato do Fabio Valim.

JUIZ DO BLOG

Anônimo disse...

Maroni a Anna não merece essa atitude sua,eu
concordo com o blogueiro das 18:12hs.
Porque vc agora cismou com ela ? ? ?
Cíntia.

Anônimo disse...

Olha, e não é que ela (Vanessa de Oliveira) apareceu mesmo! Eu, em nome de muitos visitantes (regulares) do Blog do Maroni, saudamos sua participação neste espaço tão bem freqüentado (rs rs rs...). Aguardamo-la aqui mais vezes.
Servo do anfitrião/mega-empresário Oscar Maroni X-Burguês (kkkkkkk...)

Anônimo disse...

Eu duvido muito ter sido a Cíntia que postou esse comentário das 18:41.
Isso tá mais com jeito de ser do 'Homem que escreve errado por linhas tortas'...

Anônimo disse...

Olha, e não é que ela apareceu mesmo! Eu, em nome de muitos visitantes (regulares) do Blog do Maroni, saúdo sua participação neste espaço tão bem freqüentado (rs rs rs...). Aguardamo-la aqui mais vezes.
Servo do anfitrião/mega-empresário Oscar Maroni X-Burguês (kkkkkkk...)

Anônimo disse...

Juiz do Blog, o Valim Nada defenestrou-se definestritivamente, digo, definitivamente. Ele ‘se suicidousse-se’ mas o gatoto, não morreurreurreu, dona Xícara dimirousse-se, doberrou, doberrou doberrou que o gato deu... Miau.
Ihhhhhhhh, Caralho! Isso pega! Eu, heim!!! Desencarna, espírito doido do Valim Nada. Este corpo não te pertence! Sai capeta, sai capeta. Acho que vou para a IURD. Mas só amanhã de manhã; jáhhhhh perdi o trem das onze.
Eidivir Maiscedo

Theo Becker disse...

esses comentarios são sem pé sem cabeça,voces digitam e nada falam no blog
pq voces vem a esse blog aonde voces não são nada
não falam nada de especial?

Theo Becker disse...

vou falar sobre a vanessa de oliveira a quem eu amo de paixão, voces falaram que ela não coloca os comentarios de voces.com certeza acha que ela iria deixar o blog dela como o do maroni aonde até os cachorros digitam .cai na real ela esta certa em colocar os comentarios que valem a pena ter junto as fotos dela com as fotos da filha dela etc.
E NÃO TER OS COMENTARIOS DESSES VAGABUNDOS DO BLOG DO MARONI
QUE SÃO NADA VERSUS NADA
NADA+NADA=NADA

Anônimo disse...

Ôhhhh, Piolho de sapo, te ligas, meu! Tu estás mais do que manjado, encarnação tresloucada do Valim Nada. Te vi lá no blog da outra só falando grosa, cara. Cara-de-pau. E pra começar a Vanessa tá barrando comentários que não puxam o saco dela, esse é que é a sacanagem. Não são comentários imbecis que nem o teu que ela bloqueia, são comentários sérios, mas que a contrariam. Ela só tá querendo bajulação, agora. Mas faz assim, cantor de baile de periferia dos anos 60: cantarole umas músicas bregas para que o coração dela seja tocado e sensibilizado pela causa democrática. Quero ver se ela vai postar uns comentários que enviei. Va(i)nessa, Theo Brega.

Anônimo disse...

Correção:
'Te liga, meu'.

Anônimo disse...

esta porra de blog também tá lacrado? o dono nunca aparece aqui.

Anônimo disse...

Tá largado, isso sim. Agora é terra de ninguém...
OMX perderá o domínio pro Theo Brega, por usucapião desse cantor de baile de periferia nos anos 60. Vocês vão ver.

Anônimo disse...

Theo Brega está convidado a cantar no show de reinauguração do Bahamas Night Club. E, é claro, nos eventos de lutas promovidos pelo Maroni, aqueles imperdíveis ShowFights.

Anônimo disse...

Pede desculpas p Anna,ô Maroni!
Queremos a Anna de volta!

Anônimo disse...

Anna! Anna! Anna!

Theo Becker disse...

o puteiro com cara de hotel nunca mais vai abrir
e o showFIGHT esta a muito tempo parado..
la so ia lutadores de segunda mão claudio popeye
aqueles caras de 60kg lutadores do tamanho de uma criança de 15 anos...
os unicos lutadores de verdade que passaram por aquele ring foi samanbaia vs bandida ISSO PQ NEM
LUTADORAS ELAS SÃO....fica claro isso
mais alguma coisa que querem perguntar
meus nadas do blog

Anônimo disse...

Quero ver a Kira Gracie lutar. Ela além de lutar muuuuuuito, é a maior gata. Só não se pode dizer isso a ela (que ela é muito gostosa), porque senão ela conta pros tios dela e eles quebram a cara da gente. Isso se ela mesma não quebrar.
Qual a lutadora do naipe dela (gostosa e boa lutadora)???
Bem que o OM poderia promover só luta de mulheres, né não???

Anônimo disse...

Maroni, retribua a visita da Vanessa de Oliveira, pelo menos por educação.

Anônimo disse...

Fabel Babalim e Theo Babacker: engulam a própria língua pelo bem da humanidade.

Anônimo disse...

Garçon! bota otra pinga que o papo tá bão!!!!

Theo Becker disse...

bom pessoal vim falar de um tema ao qual esta afetando os comerciantes ou empresarios do ramo agropecuario,agora saiu uma lei idiota que pra poder vender aves vivas (pintinhos frangos pássaro
etc)pra poder vender aves vivas precisa de NOTA FISCAL de venda,ou seja aquele coitadinhos que criam um franguinho pra comer no natal com os 20 filhos e 40 netinhos NÃO VÃO MAIS PODER CONPRAR
PQ MUITAS CASAS DE AGROPECUARIA JA PARARAM DE TRABALHAR COM PINTINHOS por causa dessa estupida lei,alem de não ganhar merda nenhuma pq os inpostos os custos pra poder manter esses animais nas lojas agrop. ração aguá o tempo perdido com a limpeza etc,
E ainda por causa da gripe aviaria É preciso fazer um relatorio de
QUEM ESTA CONPRANDO COM NOME NUMERO DE TELEFONE
ENDEREÇO E AINDA UM EMAIL
fala serio???
palhaçada
acha que um joãoninguem, vai ter essas coisas de email E COMO VÃO DAR NOTA FISCAL A UMA PESSOA
QUE NÃO SABE NEM O QUE E NOTA FISCAL

Anônimo disse...

MARONI DEIXA DE SER ''CABEÇA DURA'' ,PEDI DESCULPAS PARA A ANNA .NÃO ENTENDI PORQUE VC
CONTINUA TEIMANDO............

Anônimo disse...

o que vc ta querendo e pega os pintos que os comerciates ñ querem mais. pega tudo pro ce e cai fora seu loque :(
o tonto vem aki fala de pinto. fala serio. sai dessa mane

Anônimo disse...

Essa rodada quem paga sou eu. Garçon, mais uma pra todos que nóis vai continuá o papo!!!

Anônimo disse...

Recebi uma denúncia anônima de que o seguinte comentário foi bloqueado no Blog da Vanessa de Oliveira:

"Vanessa, estou notando a falta de alguns comentaristas freqüentes em seu blog. Parece que há um processo de renovação dos visitantes. Agora surgem alguns que vêm lá do blog desse Oscar Maroni. Você mesma apareceu por lá, eu vi seu comentário no blog dele; pelo que tudo indica, inclusive, veio (ou vieram) algu(m)(ns) daquele blog pra cá. Um conhecidíssimo apedeuta pretende marcar sua presença aqui, pelo que imagino; refiro-me ao Theo Brega ou coisa assim. Outrora essa alma errante animava, afinal é função própria dessa essência metafísica (ou espiritual), a personagem que tinha como objetivo principal a ‘desconstrução da linguagem’, como bem observou outro internauta. Pelo andar da carruagem, vejo que, para o ‘enriquecimento’ de seu blog, alguns certamente contribuirão com sua arte nada a acrescentar. Como é o meu caso, por exemplo.
Pedro Ferradura (Tracionador de carroças)"

(Por isso que é bom comentários on-line, comnentários que são publicados na hora. A gente sabe o que os internautas pensam. Mal ou bem, a gente sabe.)

Essa denúcia também sera anônima rs rs rs...

Anônimo disse...

"Pois é, Vanessa, saiba que numa mesma residência, através de um mesmo pc, expressam-se diversas vozes, diversos pensamentos. E por falar nisso, minha amiga Meire (vendedora ambulante), fã sua de carteirinha, manda-lhe um beijo. Quanto a este que lhe escreve, suscita, ou pode suscitar, a dúvida de qual a verdadeira identidade e qual o pensamento sincero a seu respeito. Incógnita. Pelo menos por enquanto, incógnita; apesar, bem sei, de que isso pouco lhe importa. A polarização críticos/simpatizantes de Vanessa de Oliveira empobrece muito este espaço, impedindo um crescimento nos debates que acercam a personalidade em questão; o pior de tudo é que leva, infelizmente, a uma inevitável censura de comentários desfavoráveis à sua pessoa. Não cabe, neste exato momento, aprovar ou desaprovar suas atitudes para com nós visitantes, sugerir-lhe este ou aquele método de seleção de comentários, mas registrar o descontentamento que bloqueios de comentários nos causam. Disse ‘nos’ causam, e não ‘me’ causam, porque não é só a mim que tais restrições incomodam, mas a tantos outros. Saiba, inclusive, que seu blog foi citado (e indicado) no blog do Maroni, e que esse tal de Theo Becker veio de lá (confira). Alguns suspeitam que ele seja um desdobramento da personalidade de um certo Fábio Valim, mas isso não é uma confirmação, é só suspeita. Vanessa, para sentir o que é um blog verdadeiramente aberto e sentir o gosto da liberdade, visite o blog do Maroni; experimente postar, mesmo sob algum pseudônimo, um comentário de qualquer natureza no blog recomendado; e veja, com isso, a importância e graça da total liberdade. Estou imaginando que este comentário, por não conter os requisitos básicos e necessários para sua publicação, perder-se-á no limbo de seu esquecimento; entretanto, ei-lo para efeito de registro. Mas bem sabemos que será apenas mais um comentário que se perderá.
Clístenes Abravanel Delrio"

Outro bloqueado...

Anônimo disse...

E outro:

"Ah ah ah... Que honra obter uma resposta sua ao meu melodrama. Estou-me sentindo bem mais amparado e confortado com seus equilibrados conselhos. Só lamento tudo ter ficado meio no ar para os demais leitores, que não tiveram a oportunidade de ler o texto sobre o qual se voltam suas reflexões e análises; mais um texto (aquele) que foi para o limbo, assim, é claro, como este também vai...
Mas exporrei, digo, exporei, tudo em demais blogs, para uma segunda opinião. Se não se importar, é claro.
(Já sei que muitos irão dizer que ‘Puta é puta e vice-versa’, que ‘Não existe ex-puta, pois elas não se aposentam, só tiram férias’ e aquelas coisas todas. Ah! E a propósito: Eu também gosto de Bárbara.)
Beijão,
H. C. B."

Anônimo disse...

"KKKKKKKKKKK
Sensacional! Adorei ler suas impressões sobre o fato, ou melhor, sobre a história real (não falei em dinheiro, heim?!). E sua participação especial no Blog do Maroni foi dez! Sério. Agora tenho de fazer uma correção no meu texto enviado a você, aquele que se referia à omissão de outro texto meu (O Desfecho com Bárbara). A correção é: ‘...aquelas coisas todaS...’. Faltou um ‘S’ em ‘todas’, eu acho. E me retratar para com você, afinal o comentário foi publicado. Demorou um pouquinho, mas foi publicado. Agradeço. Mas enfim, o que importa são seus comentários sobre a história, isso é o que valeu, afinal você, Vanessa, conseguiu prender minha atenção. Leio e releio inúmeras vezes. KKKKKKKaraKKKKKKKKas, esse comentário (dela) foi demais! Já o salvei, pois é imperdível. É o posso dizer.
E reitero minhas palavras deixadas no comentário que ficou por aí:
Eu também gosto de Bárbara.
Beijão,
H. C. B."

(Sinceramente não achei nada de mais, não acho que havia motivos para ser bloqueado. Mas foi.)

Alexandre disse...

Maroni eu torço por vc , mas acho que vc ja aprendeu que tem gente muito mais poderosa que vc nessa cidade , foi burrisse vc desafiar o prefeito em 2007

Anônimo disse...

bota otra aí!

Jamil Ayahuasca disse...

http://www.youtube.com/watch?v=Wc_jHHfcjsI

Hefestos disse...

Votem na dilma e no alckmim para que a eleição tenha um só turno, assim eu não serei convocado para trabalhar de graça como mesário no dia 31 de outubro. Colaborem com aqueles que irão trabalhar de graça nas eleições.

Anônimo disse...

gostei desse cidadão aí de cima"""" desce agui na augusta e vamo comemorá'''nóis num tá amil''' bota uma pra mim e pro meu amigão aí de cima''' quem tá com alcool é o notebook.

Anônimo disse...

Aê, galera, o seu maroni mando faze essa musiquinha prele ouvi no carro:

http://www.youtube.com/watch?v=N-fQ8A_wRgs

Theo Becker disse...

so hoje navegando na net eu descobri que a Vivian Milczewsky foi a garota que botou o maroni na cadeia a ultima vez....ai me veio a cabeça minha memoria ...em 2001 eu estava trabalhando como modelo e ai a promoter do local levava a vivian no nosso quarto o tempo todo, estava eu e um amigo
meu no quarto quando empresaria dela batia na porta do nosso quarto com a vivian e uma outra amiga dela que hoje faz novela na globo,A GENTE NEM AFIM DE FICAR COM ELAS A GENTE ESTAVA,EU OLHEI E PERGUNTEI renatinho voce esta afim dessas garotas AI COM TODO RESPEITO A GENTE PEDIU PRA ELAS sairem do nosso quarto E A VIVIAN TEVE UM ,ATAQUE DE FURIA, COMEÇOU A falar besteiras chamando a gente de gay viado
hoje lendo eu descobri que ela se tornou reporter da justv fiquei feliz por ela ter se recuperado
feliz mesmo

Anônimo disse...

Carambolas... Que estória pentelhuda. Pelo que notei, ela até que é bem arrumada. Não sei da simpatia dela, do jeito dela, mas acho que meu cassete levantaria pra ela. Tenho quase certeza de que eu comeria a perva. A não ser que fosse chata que nem a Anna... Aí iria complicar um pouco. Mas mesmo assim, comeria.
Só que se ela for histérica desse jeito que vc falou, aí fudeu.

Anônimo disse...

Assim a Anna não vai aparecer... Ela é cabeça dura.

Anônimo disse...

Vocês e o Maroni estão mortos de saudades da Anna, assim como eu.
Volta gatinha...

Anônimo disse...

O cara quer comer a Anna de qualquer jeito...
Mas não adianta, essa mina não abre de jeito nenhum, nem o blog dela ela abre... Imagina isso que vo tá querendo ??? Vai esperando...

Anônimo disse...

O cara quer comer a Anna de qualquer jeito...
Mas não adianta, essa mina não abre de jeito nenhum, nem o blog dela ela abre... Imagina isso que vc tá querendo ??? Vai esperando...

Oscar Maroni Filho disse...

Maroni responde as 20 perguntas deste texto.
1. Há aproximadamente 30 anos atrás eu estava formado havia uns 2 ou 3 anos e me apareceu como um cliente do consultório de psicologia, um japonês baixinho, tímido, feio e que tinha dificuldades na área sexual como ejaculação precoce e impotência, e este precisava de uma companheira. Conversando com alguns colegas e profissão, estes me sugeriram como é feito em muitas clinicas nos estados unidos, aonde a pratica na área sexual é feita com prostitutas. Bem em resumo, o japonês ficou uma fera, problemática resolvida, adorei a idéia que na pratica funcionou. Alem do aspecto da sexualidade, sempre gostei da noite e da boemia. Comprei um estabelecimento chamado ROMES e ai fui crescendo. Cheguei a ter 4. Vendi os 4 e comprei um grande, o Bahamas Club que era de um português, na rua dos Imarés. Acredite, na entrada tinha um São Jorge com a velinha acesa. Daí surge o nome Bahamas, pois esse estabelecimento já tinha esse nome.

2. A resposta 1 em partes responde a 2.


3. Este meu jeitão polemico que alguns criticam e outros elogiam é também uma estratégia de marketing. Quando nasci comecei a sentir fome, comecei a chorar, minha mãe me jogou os peitos na cara e eu comecei a mamar. Enquanto mamava pensei: “quem não chora não mama”, e o choro eu considero que é o primeiro marketing do homem, os fatos não existem teoricamente, o que existe é a interpretação que damos aos fatos. E ai eu deliro na área do marketing. Eu crio, questiono, critico, ouso, sou criticado e desta forma passo a existir, principalmente nos meios de comunicação como a televisão. Mas saibam que no fundo todo esse papo de marketing é para defender o que eu considero de mais sagrado, a liberdade.

Oscar Maroni Filho disse...

4. Em 30 anos de noite aconteceram centenas de situações inusitadas. O cara que disse que gostava da bota da garota enquanto a garota tomava banho ele pegou a bota, ficou esfregando no pau e gozou. Um padre que beijava a boca de uma mulher freqüentadora do Bahamas e de repente batia um complexo de culpa este pulava para o pé da cama, pedia desculpas a deus e ficava se masturbando. Casais que freqüentam o Bahamas e subiam com garçons, outros clientes, comigo, casais que transavam entre eles. Tinham casais que a mulher fazia estripe na pista e depois subiam para a suíte. Este se excitada de ver a mulher dançando na pista. Mulheres que se excitavam ao fazer shows. Garotas de programa que se apaixonaram por clientes e vice e versa. Garçons que se apaixonaram por garotos de programa e chegaram a ter crises de ciúmes no meio do salão. Mulheres que se irritavam com o cliente e jogavam taças de champanhe na cara deles e para irritá-los diziam que eles tinham pagado a champanhe. Garota de programa que durante 10 dias recebeu flores de um cliente apaixonado.

Oscar Maroni Filho disse...

Continuanso a 4 resposta:

Clientes que gostavam de colocar as alianças de casado dentro das vaginas das profissionais. Surubas eu juntavam vários casais na mesma suíte.Voieristas nas saunas ou nos chuveiros. Rabino Judeu que transava com uma bata de linho branco pois não queria encostar na mulher. Os grandes ídolos do futebol brasileiro, da forma 1, Políticos e artistas. Empresários que fecharam negócios milionários e pagavam farras com bebidas caríssimas. Clientes que chegaram a dar carros 0 km para garotas. Garotas que ficavam jogando bilhar com a bunda bem arrebitada e fingindo não saber jogar para depois apostar o programa e ganhar o dinheiro do cliente. Mulheres que ficavam se esfregando no Maroni para que o cliente achasse que era namorada dele e querer subir com elas. Briga de duas mulheres que arrancou o mega hais e quebrou a unha postiça, orgulhos dos seus silicones andando pelo Bahamas somente de calcinha e sutiã ou querendo exibir o seu busto farto nos chuveiros ou nas saunas do balneário.noites de estripe coletivo aonde o Maroni combinava com umas 20 ou 30 mulheres que distribuídas pla casa em pontos estratégicos, quando apagava-se a luz do salão ficando somente as luzes da pista e quando ascendia-se as luzes do salão essas 20 ou 30 mulheres apareciam totalmente nuas com as roupas caídas no mármore ficando em cima somente de seus saltos 15. Desfile de 150 mulheres vestidas de lingerie fruit de La passion . Biquínis ou roupas sociais e longas.

Oscar Maroni Filho disse...

Continuando a 4 resposta:

Mas uma das noites mais espetaculares foi quando em 2004 fizemos a noite dos olhos bem fechados igual ao filme com Tom Cruize e Nicole Kidmam aonde o cliente comprava uma caixa por R$ 2.000,00 que continham 2 mascaras vienenses, uma masculina e uma feminina, duas capas que abotoavam na frente e um trecho do filme. O cliente podia escolher contratar ele mesmo, uma das mulheres freqüentadoras do Bahamas ou trazer uma companheira. Essas festas começavam normalmente as 23 horas. No salão tinha se grandes iguarias feitas por chefes de cozinha de renome, as bebidas do mais alto nível. 4 músicos no canto tocavam desde musicas medievais, blues e outras musicas propicias a esse clima. Era muito difícil encontrar algum cliente que não estivesse gostando. Após a 1 da madrugada a regra era ninguém poder tirar os sapatos ou manter as capas abotoadas, as mascaras também não poderiam ser tiradas, nem mesmo nas suítes e deviam ficar constantemente com suas portas abertas, não era permitido barulho ou algazarra. Resumidamente as regras eram as seguintes: as mulheres deviam ficar nuas somente com as capas abertas na frente, somente de sapatos e mascaras. Podiam transar em qualquer lugar, as capas podiam ser usadas se alguém quisesse privacidade. Não era permitido falar alto ou fazer barulho para não estragar o som que fluía por todos os cantos a luz de velas, erotismo, delírios e murmúrios de prazer. Isso tudo que citei é somente parte do que acontecia em Bahamas club e em breve voltara a acontecer.

Oscar Maroni Filho disse...

Vou parar de responder perguntas, as outras perguntas responderei amanha ou durante a semana, pois ao me lembrar dos momentos de Bahamas club fiquei excitado, vou transar e realizar minhas fantasias, dar prazeres ao meu físico e a minha companheira Maíra, pois sou livre para realizar os meus sonhos e as minhas fantasias e deixar diluir-se em sensações, prazeres do físico e do espírito, o am

PARA OS AMIGOS EU CULTIVO FLORES. PARA OS INIMIGOS EU DOU ROSAS BRANCAS SEM ESPINHOS.

Oscar Maroni.

Anônimo disse...

Tudo que você sempre quis saber sobre o sexo, mas teve vergonha de perguntar:

1. Seu Maroni, havia um broxômetro no Bahamas? As garotas comentavam sobre as broxadas?
2. Quantos programas as garotas faziam em média por dia? É verdade que chegavam a atender, cada uma, 6 clientes no mesmo dia?
3. O senhor encenou outros filmes no Bahamas, além de Olhos bem fechados?

Flores para o senhor também.

Alexandre disse...

BAHAMAS um pedaço do ceu na terra !!!!

Anônimo disse...

Vocês viram o blog da doidadosenadofederal? ela fez uma propaganda para a Marina Silva. Ela é a Mãe dela são doidaaaasssss.....
Anna, faz a tua Mãe votar no Serra, pô!

Anônimo disse...

MARONI ME RESPONDA :O QUE É MELHOR ,VIVER DE RECORDAÇÃO E SAUDADE OU IR VIVENDO SEM SOFRER
GRANDES TRAUMAS DO QUE RESTOU DO PASSADO ? ? ?

JOVEM DE 20 ANOS

Theo Becker disse...

eu acho que desta vez o dom maroni corleone
tentou chocar a gente com estas memorias de (UM PASSADO DISTANTE)é como pensar num pai falecido
que nunca mais vai voltar

dead memories-slipknot

Anônimo disse...

Boa noite meu caro Maroni! Nao vou perguntar se esta tudo bem. Acabei de ler toda sua declaracao de desespero, e triste saber que vc uma pessoa que trabalhou a vida toda esteja passando por isso. Sou uma garota que trabalhou por uns 3 ou 4 anos no Bahamas. Te desejo boa sorte e espero que em breve possamos voltar com forca total. Beijos SKB

Theo Becker disse...

ai pessoal uma das galinhas do dom corleone maroni
no blog
vamos perguntar a ela
o que realmente se passava dentro do bahamas
quanto era cobrado pelo cafetão de puta pobre
ou voce skb era alimentada com COMIDA E COCAINA
MACONHA?????

Anônimo disse...

Depois falam que as garotas de programas ñ tem coração. Olha a sensibilidade da moça que escreveu aqui em cima.

Anônimo disse...

Quero dizer que escreveu en cima do Theo Beker 21 e 35

Anônimo disse...

Theo Beker, se o original é um puto xarope pelotense, a imitação então... é de esmagar o culhão com uma bigorna. O cara é mala!

Anônimo disse...

Maroni, continua respondendo. Estava boa a história.

Anônimo disse...

Dei-me um microfone ou qualquer espaço na internet que eu mudo o mundo. Esse é OM. O veinho é foda! É um formador de opinião nato que até seus inimigos esperam anciosamente por sua próxima declaração. A imprensão que dá é que ele fala, pensa, reflete, analisa e projeta lá na frente o dialogo, tudo isso em questão de segundos. Por debaixo daquela careca o troxo fervilha. OM! VÁ JÁ PARA O COMPUTADOR E CONTINUE A POSTAGEM NUMERO 5.

Anônimo disse...

O velhinho é poda, pois hoje OM passa os dias tratando do jardim. Desde que ele teve a língua mordida, ocupa o tempo regando flores, relembrando os velhos amigos e escrevendo as memórias.

Amaury Jr.

Theo Becker disse...

que nojo desta foto nossa que coisa podre

Anônimo disse...

quanto o maroni pagou pra mina morder (argh!) a língua dele?

Anônimo disse...

Ducentésimo comentário...

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 396   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário