quarta-feira, 29 de julho de 2009

16. A imprensa é mentirosa e os nossos políticos são extremamente íntegros.

Bom dia moçada. O Mosca da sopa voltou. Quero incomodar.

O titulo acima faz ironicamente uma afirmativa. Mas esse titulo é para que possamos fezr uma reflexão: “Se chegasse um ser de outro planeta e começasse a ler os arquivos da imprensa brasileira, ficaria extremamente confuso, pois temos ai a imprensa brasileira séria , digna, e reveladora fazendo afirmativas diárias da corrupção e das falcatruas dos nossos políticos”.

Todas as manhas, abro a porta da minha casa e pego no chão os jornais a Folha do Estado de São Paulo e o Estadão. É muito difícil o dia que as manchetes não são de corrupção. Felizmente, a imprensa brasileira pode ser livre. Em partes eu digo que é. Eu digo em partes porque em alguns casos, os anunciantes estatais ou da iniciativa privada, a meu ver, ainda exercem certa influencia. Mas no geral os nossos meios de comunicação, principalmente o impresso que é jornal e revistas, cumprem a sua função de uma forma nítida e clara mostrando a podridão da corrupção.

Os estudos dizem que 57% dos nossos impostos são desviados pela corrupção. De cada 10 Reais que vão para a educação, 6 Reais são desviados. A revista Veja desta semana que tem uma cobra na capa, traz uma matéria na pagina 67. Se vocês forem até a pagina 70, verão uma matéria que se chama “Os espelhos da tribo”. É de provocar uma grande indignação. O currículo dos principais políticos brasileiros é de deixar os 40 ladrões de Ali Babá com carinha de anjo. O Maluf fica até com cara de inocente.

As verbas desviadas são Bilhões de Reais. Há alguns anos, recebi uma proposta de um partido para me candidatar. Contratei uma empresa de marketing político e esses profissionais me disseram o seguinte: “Sr.Oscar, para o senhor conseguir se eleger, como já és conhecido, iras gastar com a campanha aproximadamente 1,5 a 2 Milhões de Reais”. E ai eu pergunto: “E se eu não fosse relativamente conhecido, quanto gastaria.” Uns 3 ou 4 Milhões de Reais.

Na hora fiz um calculo simples de cabeça. 3 Milhões aplicado a 2% equivale a 60 Mil Reais por mês. O meu salário de político vai ser na faixa de 15 a 20 Mil por mês mais as verbas extras. Se eu estiver agindo honestamente essas verbas, segundo os cálculos das necessidades dos políticos serão gastas no decorrer do mandato. Então eu vou gastar 60 Mil Reais por mês para um salário de aproximadamente 20 Mil Reais.

Na época, fiquei impressionado com este calculo e com as atitudes dos nossos políticos. Com são dignos. Todos os meses eles tiram dinheiro do seu próprio bolso, deixam de administrar os seus negócios preocupados com a pátria e o social. Mas ai uma voz iria dizer: “Maroni, quem financia as campanhas é a iniciativa privada”. Mais uma vez peço a reflexão. “Será que essas iniciativas privadas colocam dinheiro das próprias empresas preocupadas e desinteressadamente pelo bem da pátria ou pelo social”. Eu diria sem ironia que existem alguns políticos dignos, até que bem intencionados. Algumas empresas que até podem doar verbas para a eleição desses políticos. Mas vocês sabem, isto é uma minoria insignificante. Diria que é meia andorinha. Uma gota no oceano que acaba sendo sufocada em meio a essa lama de podridão e corrupção.Acho que deveríamos repensar a política e esta pseudo democracia aonde os únicos beneficiados são os políticos desonestos. Em um outro texto, gostaria de comentar mais profundamente a função do político e a sugestão do voto negativo que seria o voto que remove o político da política nacional. Ficam aqui os meus comprimentos a imprensa brasileira, em especial a revista Veja, a revista Isto É, A Carta Capital. Aos jornais O Estadão, Folha de São Paulo, O Globo e o Diário de São Paulo. O hino nacional nos ensina: “Veras que um filho teu não foge a luta”.

A imprensa faz a sua parte e nós, pacifico povo brasileiro, acomodado, acovardados e desacreditado de possíveis mudanças Vamos fazer o nosso papel dentro da democracia. Exigir nossos direitos e principalmente, ao permitirmos a impunidade ou como já virou rotina, motivo de piada. Tema de comédia de programa de televisão. Damos risada, fingimos que nada esta acontecendo e carregamos esses corruptos nas costas. Vamos usar a internet como uma arma de revolução. Hernesto Che Guevara, Nelson Mandela, Luter King, Abrahan Lincoln, Rui Barbosa, Gandi, Geraldo Vandré, Raul Seixas e até Jesus Cristo. Mirem se nas mulheres de Atenas, como dizia Chico Buarque de Holanda. Quem sabe faz a hora, nãom espera acontecer de Geraldo Vandré. E jesus quando pegou a podridão no mercado saiu chicoteando os vendedores inescrupulos. Na evolução da espécie temos que evoluir, a participação é saudável para um mundo mais justo e o futuro de nossas crias. Não esqueçamos que impostos são horas de nossas vidas e que quando administram mal e roubam nossos impostos, estão roubando horas de vida do povo brasileiro. E eles se chamam entre si de Nobre Vereador, de Nobre Deputado ou de Nobre Senador. Chega a dar asco.

E tenha um bom dia com tanta podridão ocorrendo em cima do solo da nossa pátria, que é tão maravilhosa, mas tão mal administrada por esses que com os nossos votos, antes das eleições, em grandes campanhas de marketing se elegem e se mantém no poder. Os cargos políticos são verdadeiros sabonetes, desodorantes, detergentes ou BomBril. Quem tiver a maior verba, conseguir fazer mais conciliações partidárias, dividindo o poder como se fosse um boi picado aonde antecipadamente fazem as distribuições dos nacos de carne aos partidos e até na iniciativa privada com viadutos, estradas, escolas e etc, e que se unem para pegarem o poder. E mais, uma grande empresa de marketing aonde o marketeiro político também entra nessa orgia do dinheiro público e do poder.

Esta ai resumidamente como é a política nacional.

Obs: Vivo em uma democracia. Temos uma imprensa livre. Este Blog exótico também é imprensa aonde deliciosamente interagimos. Eu Oscar Maroni, Publisher de duas revistas internacionais, Penthouse Brasil e Hustler Brasil que em breve voltarei a publicá-las na Internet. A Penthouse por uma questão contratual possui um parágrafo aonde tenho que falar de sexo, política e protesto. Ela segue uma linha semelhante a PlayBoy que é sua forte concorrente nos EUA, só que tem uma conotação mais critica na esfera política e social. A Hustler, de propriedade de Larry Flint (se puderem assistam ao filme “O Povo contra Larry Flynt, este filme é mutio semelhante com a minha vida, so que em são paulo seria a prefeitura contra Oscar Maroni...hahaha) é uma revista altamente pornográfica, arregaçada, tanto na parte de sexo quanto na parte de criticas aos aspectos políticos e hipocrisias sociais. Para quem nunca viu a Hustler, existe um capitulo que se chama “O Cuzão do Mês” aonde aparece um burro fotografado por traz e no seu cu como que se estivesse saindo a foto do eleito “O Cuzão do Mês”. A foto é do cidadão que foi mais nocivo para a sociedade, na maioria dos casos, o mais nocivo para a sociedade americana. E no Brasil, quem vocês sugerem.

Beijos Tchau

Não se esqueçam, roupa suja se lava na calçada. Esta é a minha filosofia.

Já contratei profissionais da área de comunicação para me ajudarem na parte técnica destes veículos de comunicação, mas os textos do Blog serão sempre frutos dos meus neurônios que refletem o que penso.

A noite responderei aos comentários dos outros textos, e falarei sobre a Harley Davisson

“Mentes abertas, pensamentos abertos”.

“A mente do homem deve viver como um para-quedas, sempre aberta se fechar fodeu, morreu”.

16 comentários:

Anônimo disse...

Oscar me perguntava se quando você fosse escrever sobre algo que tivesse o apelo como sexo ou suas empresas o texto continuaria interessante, e já lhe digo BOM PRA CARALHO 100% APOIADO

Anônimo disse...

Oscar, seu blog eh minha leitura matinal, tenho acompanhado seu blog sempre, e esta 10!!! Adoro esse seu jeito ''cagar e andar'' para o que os outros vao pensar e/ou achar.
No post de hj, adorei >>>> o ''Diria que é meia andorinha. Uma gota no oceano que acaba sendo sufocada em meio a essa lama de podridão e corrupção'' <<<<< .. hahhah! Falou tudo!
Brasil, qual eh teu negocio, o nome do teu socio, confia em mim.... hahaha!

Se puder, follow me no twitter @puxum .. Do f~a e acompanhante diario do seu blog, Rafael! ;)

Anônimo disse...

Perseguição Clara do Gilberto da prefeitura... Por que ? Vai saber.... ô mala sem alça esse gilberto !

Abraço, Maroni.
Siga em frente, mas cuidado com o Gilberto

thamara disse...

Continuo acompanhando!
=)

Davi disse...

Belo Post Maroni, trabalho com informática (Analista), tenho 31 anos... pensava justamente nisso ontem voltando pra casa, sobre "democracia", não é pq não entendemos 100% de política q não sabemos o q é melhor pra gente. Comprei meu primeiro carro 0Km Maroni... trabalho em santo amaro e moro no ipiranga, passo em frente ao seu Bahamas todos os dias, e o carro ja esta com problema de suspensão devido a centenas de buracos q existem no trajeto (meu carro tem um mês). Xingo o Filho da puta do Kassab todos os dias, são inúmeros os impostos q pago (IPVA, seguro obrigatório, inspeção veicular, etc) e minha suspensão? quem vai pagar?
Chega de tanta hipocrisia, vamos não, devemos reevindicar nossos direitos, como vc mesmo disse, estão consumindo nossas vidas Brasileiros e Brasileiras... abram os Olhos.

Debbie Jawoszek disse...

Tenho a opnião de que politica funciona como a droga:Só tem quem venda porque tem quem compre...
Na politica é mais ou menos igual só estão no senado quem o povo elegeu.
Mais ou menos como a lei da oferta e procura, só que quando aparece uma concorrência o poróprio povo brasileiro boicota.
O que acontece é que o povo brasileiro é muito acomodado, tá ali dia a dia vendo a nojeira que tá acontecendo no pais e só reclama, apenas joga palavras ao vento e daí sossega.
Eu tenho pra mim que o povo brasileiro funciona na base do desabafo, mais ou menos assim: Um cidadão vê no jornal da manhã uma notícia que deixa ele puto da cara e vai analizando esse fato até a hora do almoço, onde ele vê de volta a mesma notícia da manhã e outra pior ainda, daí ele fica analizando o que ele viu no jornal da hora do almoço até o jornal da noite, quando ele revê as notícias e começa a expor a sua opnião...Aí ele chinga quem ele acha que tenque chingar ele expõe a sua idéia sobre o que devia ser feito e depois de uns 10 minutos de desabafo ele já está calmo de novo e acaba "deixando pra lá" esse assunto.
E é de desabafo em desabafo que o povo vai deixando "passar em branco" tudo o que acontece no senado.
Sem contar que também tem aquelas pessoa que acham que não vão conseguir fazer nada contra "os gigantes de Brasília". É realmente sozinho ninguém faz nada mas se todo mundo se juntar acredito que alguma coisa resolve-se rs.
Mas vou parando por aqui senão meu comentário vai acabar ficando mais longo que o seu texto rs
E como você mesmo diz Maroni, opnião cada um tem a sua rs, a minha é essa.
Grande Beijo Maroni, e parabéns por mais um texto bom que você fez :D
Ah e adorei sua citação “A mente do homem deve viver como um para-quedas, sempre aberta se fechar fodeu, morreu”.

Anônimo disse...

MARONI , VC TEM CERTEZA QUE NUNCA DEU "RÉ NO KIBE ?", DESCASCOU A MANDIOCA ? , SENTOU NO NABO ?, ABRAÇOU O PEPINO ? AH......ENTÃO VC PERDEU UMA GRANDE FEIRA....KKKKKKKKKKKK.

Davi disse...

Óia eu aqui denovo...

Debbie Jawoszek o que você sugere? eu realmente não to mais afim de lavar roupa suja em casa, agora meu negócio é na calçada...

Erly Junior disse...

Amigão virtual, entendo a sua média com a imprensa e concordo com seu jeito moderado de falar dela. Todavia, como eu não sou candidato a nada e sou feio, pobre e moro longe (Rio Grande/RS), posso falr à vontado sobre a imprensa brasileira. Não existe imprensa isenta e muitas vezes a única verdade em um jornal e a sua data. Eu fui obrigado a aprender espanhol sozinho para ler jornais do tip EL PAIZ o qual as noticias com toda a sua tendência, não chega nem aos pés da maioria da imprensa brasileira que é sensacionalista, não ética, e nao poupa esforços para achincalhar quem está por baixo. Isso sem falr em alguns alienigenas que só porque tiveram filho com rokeiros famosos se julgam jornalistas. Vou parar por aqui, pois ninguém lê comentários longos, Um abraço fraternal. FUI.......

Roberta disse...

Amigo Maroni,

Como jornalista, fiz a faculdade na vontade de me formar e ir a luta pela notícia, logo de imediato me vi num dilema.: O Dono do jornal para qual eu trabalhava era o governador do estado!hahaha.
O resto vcs já imaginam.
O desencanto com a profissão foi rápido, salários mínimos, reportagens 'montadas", entrevistas convenientes e cabei seguindo pela administraçã.
Terminei a faculdade, mas não realizei o que gostaria, que naquela época era falar tudo o que desejava, e isso continua até hoje!
Mas peraí.A ditadura não acabou?

Amigo, acho que nosso país não tem jeito não!
Amo meu Brasil como acredito que todos nós aqui, mas aprendi a conviver.

Nosso Brasil é tão rico!Pena que é tão roubado!

beijos

Roberta

Anna Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anna Flávia disse...

Prezado Sr. Maroni,

Confesso que possuo uma síndrome, a famosa SPP :Síndrome de Pânico de Prefeitura.Eu sei que é um resultado pós- traumático.Sei também que ela causa um dano progressivo na vida de quem adquire esta síndrome, algo semelhante de quem passa por sessão de espancamento e eletrochoque.O quê será das vidas dos bons contribuintes nas mãos desses administradores municipais aloprados?
Será que é uma bactéria que escolhe especificamente as administrações municipais?Ou será um tipo de vírus(tipo o da vaca louca) que esfarela as mentes dos administradores municipais?
Ai, meu Jesus Cristinho!!!! Maíra, não te conheço, mas um beijo carinhoso para você.

Anna Flávia Schmitt, Rodeio, S.C.

Anônimo disse...

Maroni, que aplicação hoje dá 2% ao mês?

Os textos estão bem redigidos, parabéns

F.M.

Deijivan disse...

Esse post tá ótimo, mas me senti na berlinda dos dois assuntos apontados...explico porque: Sou Jornalista e Publicitário! Como Jornalista escrevi para poucos jornais de renome, mas fui editor e dono de vários tablóides regionais. Sempre me interessei por pautas relacionadas a política e cultura, mas infelizmente sempre recebi propostas indecentes de assessores de políticos e de pessoas envolvidas com a cultura para que eu publicasse matérias favoráveis a eles, mediante algum tipo de "favorzinho" pessoal ou, na maioria dos casos, descaradamente me ofereciam dinheiro para isso. Confesso que muitas vezes me vi tentado, mas não aceitei nunca! Talvez por isso meu tablóides acabaram falindo!
Como Publicitário, sócio em uma agência de propaganda, uma das minhas especialidades é o marketing eleitoral e político. Já fiz algumas campanhas eleitorais para cargos executivos e legislativos e cobrei valores menores que os vigentes no mercado porque a minha agência não é de grande porte. Mas confesso que os valores são aferidos de acordo com o potencial do candidato, ou seja, se ele já está na vida política e tem certo respaldo ou se ainda não é político, mas goza da mesma empatia social, o valor do serviço a ser prestado é o mesmo, bem diferente se ele ainda não for conhecido do público ou estreante na vida política. Cada caso é um caso! Não há tabelas de preços a seguir e, em muitos casos, rola permutas envolvendo promessas de cargos, facilitação em licitações e uma infinidade de possibilidades fraudulentas... mas sempre optei pelo lado certo, ou seja, preferi não me envolver em situações comprometedoras e fiz apenas o meu trabalho.
Tudo bem, vcs devem estar pensando que estou sendo falso ou que sou um anjo! Mas isso tudo é muito complicado... ser honesto tem seu preço e esse preço é muito alto! Hoje minha empresa não trabalha mais com política. Não porque eu não deseje, mas porque fui sumariamente expulso do ramo, já que faço parte da marginália publicitária, daquelas agências que não aceitam propinas como moeda de negócio e esse tipo de publicitário não tem espaço no ramo do marketing eleitoral e político. Mas tudo bem, amo a publicidade e há muitas outras áreas que posso atuar sem ter que me render a isso.
Daí sigo meu caminho.

Deijivan

www.twitter.com/deijivan

deijivan@gmail.com

Postar um comentário